6 dez 2003 - 17h34

Atlético deixa o Vasco empatar no final

Atlético e Vasco da Gama empataram por 2 a 2 em jogo realizado na noite deste sábado na Arena da Baixada. Foi a última partida do Furacão em casa neste Campeonato Brasileiro. O empate deixa o time em situação muito complicada na luta para a vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

O Atlético fez um bom primeiro tempo e foi superior ao Vasco. Nos primeiros minutos de jogo, Alex Mineiro já levou perigo ao gol de Fábio, que realizou boa defesa em conclusão do atacante na grande área. Aos 18 minutos, Luciano Santos foi lançado na área e chutou forte, mas Fábio defendeu novamente.

O atacante Edmundo e o zagueiro Rogério Corrêa foram expulsos aos 35 minutos do primeiro tempo. Os dois já estavam se desentendendo desde o início do jogo e já haviam sido repreendidos pelo árbitro Paulo César de Oliveira. No lance, Rogério deixou o cotovelo levantado e Edmundo, irritado, agrediu o zagueiro atleticano.

No último lance do primeiro tempo, o Atlético abriu o marcador. Fabrício cruzou da direita e Adriano se antecipou à zaga, cabeceando forte para o fundo das redes de Fábio.

O Vasco empatou aos 15 minutos do segundo tempo, depois de o Atlético ter desperdiçado algumas chances de ampliar. Alex Silva cruzou e o meia Morais marcou de cabeça. O Vasco se animou e foi à frente. Seis minutos depois, Valdir tocou na saída de Diego, mas a bola foi para fora.

Aos 24, Alessandro driblou um zagueiro, invadiu a área e chutou cruzado, mas Fábio defendeu novamente. O gol começou a ficar maduro. Aos 31, Adriano também entrou na área pela direita e chutou no canto esquerdo de Fábio, marcando mais um gol. A bola ainda desviou em um zagueiro antes de entrar.


Adriano foi o destaque do jogo

Depois do gol, o Vasco voltou a pressionar o Atlético e desperdiçou ao menos três chances incríveis, todas interrompidas por defesas fantásticas de Diego. Mas aos 43 minutos, nem Diego conseguiu salvar. Em cobrança de falta da intermediária, o zagueiro Wescley venceu a disputa aérea e cabeceou no ângulo direito do goleiro atleticano, empatando o jogo.

O Atlético ainda teve a chance de garantir a vitória, mas Ricardinho chutou fraco nas mãos de Fábio depois de driblar dois zagueiros na área.

45ª Rodada – (06/12/03) – Atlético 2 x 2 Vasco – Baixada
A: Paulo César de Oliveira (SP); CA: Alessandro, Ricardinho, Alex Mineiro, Alan Bahia, Tiago, Luciano Santos, Da Silva, Wescley e Rodrigo Souto; CV: Edmundo e Rogério Corrêa; P: 12.470; R: R$ 118.806,50; G: Adriano, aos 47 do 1°; Morais, aos 16, Adriano, aos 30 e Wescley, aos 43 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro, Alessandro Lopes, Rogério Corrêa, Daniel (Tiago) e Fabrício (Izaías); Alan Bahia, Luciano Santos, Jadson (Ricardinho) e Adriano; Alex Mineiro. T: Mário Sérgio.

VASCO: Fabio; Alex Silva, Henrique, Wescley e Victor Boleta; Da Silva (Régis Pitbull), Ygor, Rodrigo Souto e Morais; Edmundo e Valdir (Anderson). T: Mauro Galvão.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…