6 jan 2004 - 18h05

Com pubalgia, Alan pode parar por 5 meses

Uma pubalgia pode deixar o volante Alan Bahia afastado do gramado por cerca de cinco meses. O jogador sentiu dores no púbis no final da Copa Sesquicentenário, no ano passado, e desde então vem recebendo tratamento médico. Ontem e hoje ele não participou dos treinamentos físicos e foi o único jogador atendido pelos médicos atleticanos nesta pré-temporada.

Segundo o Dr. Edilson Thiele, chefe do departmento médico do Atlético, a pubalgia é um dos problemas mais difíceis de se tratar em medicina esportiva. Segundo ele, a recuperação é demorada em razão da dificuldade de se determinar com exatidão qual é a causa das dores que incomodam os atletas.

Vários jogadores atleticanos tiveram pubalgia nos últimos anos. Os casos mais notórios são os de Gustavo, Cocito, Alex Mineiro e Ilan. Para o médico Henrique Carvalho, o tratamento da pubalgia ou pubeíte evoluiu nos últimos meses, o que pode acelerar a recuperação de Alan Bahia.

Por enquanto, o jogador está sendo submetido a um tratamento clínico, o que poderá sanar as dores. Caso não haja resultados num espaço curto de tempo (cerca de 1 mês), a única solução será a intervenção cirúrgica. É nessa hipótese que a recuperação demoraria por volta de cinco meses.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…