12 jan 2004 - 16h48

William admite que tem propostas

William é um autêntico prata-da-casa. Nascido nas fileiras atleticanas, ele conquistou um dos títulos mais importantes das categorias de base do clube: a Taça BH de Juniores, em 1996. No mesmo time, estavam jogadores como o meia Marcelinho e o atacante Joílson. Nenhum atleta daquela safra conseguiu brilhar com a camisa rubro-negra.

O jogador mais bem-sucedido daquela geração foi justamente William, que se destacou no Gama e no Figueirense. O clube catarinense, por sinal, estava desesperado para contar com o meia para esta temporada. Porém, o Atlético vetou o reempréstimo e Mário Sérgio pretende contar com William para este ano.

O único empecilho para sua permanência é a possibilidade de uma transferência para o futebol europeu, fato que seduz o jogador e pode encher os cofres atleticanos. A definição só ocorrerá nos próximos dias. Confira a entrevista exclusiva de William à Furacao.com.

O Figueirense tentou obter sua permanência para 2004 e chegou até a anunciar a renovação do seu empréstimo. Porém, você se apresentou ao Atlético e está participando da pré-temporada. Você ficou por um pedido do Mário Sérgio?
A diretoria achou melhor que eu voltasse para o Atlético. A comissão técnica também demonstrou interesse em minha permanência aqui, então acho que está tudo bem encaminhado. A gente ainda não acertou totalmente a minha permanência, falta assinar o contrato para esse ano e eles ainda querem prorrogá-lo. Então a gente vai sentar para conversar e tudo está indicando que eu vou ficar essa temporada mesmo aqui no Atlético.

Até poucos dias, o Figueirense ainda estava aguardando seu retorno a Florianópolis. Você havia deixado alguma coisa acertada com eles?
A gente já tinha acertado em termos financeiros e faltava apenas o aval do Atlético. Como os dois clubes têm uma relação bem aberta, eles achavam que iam conseguir a minha liberação. Mas acabou não havendo um acerto entre os dois clubes e eu acabei me reapresentando aqui.

Eles chegaram a procurar você para pedir seu retorno?
Eles já ligaram, conversaram e sabem da posição da diretoria do Atlético. Então, eles sabem que dificilmente eu voltarei para lá.

Na última semana, a Tribuna do Paraná divulgou que você poderia ser negociado com o futebol europeu. Você está sabendo de alguma proposta concreta?
Existem duas propostas da Europa, mas a diretoria está estudando o caso para depois a gente conversar se é do interesse nosso ou não.


William mostra resultados ao preparador físico Flávio Trevisan

O Mário Sérgio chegou a conversar com você sobre seu aproveitamento no Atlético neste ano?
Ele já conversou comigo e deu a posição dele. Falou que eu estou no grupo e que quer contar comigo para esta temporada. Então só falta acertar essa pendência minha quanto ao contrato para eu ficar à disposição. E, é lógico, se houver mesmo a proposta do futebol europeu e se for de interesse da diretoria do Atlético, com certeza a gente vai ter de pensar melhor sobre ficar aqui ou sair.

Você sabe de quais clubes são as propostas?
Eu ainda não sentei para conversar com a diretoria. Só tive a informação de que existem mesmo duas propostas para fora. O presidente deve vir aí semana que vem para passar tudo isso para mim e a gente vai resolver qual posição tomar.

Você começou sua carreira no Atlético, mas nunca teve uma chance para se firmar na equipe. Depois de ser emprestado a outros clubes, você voltou algumas vezes, mas novamente não foi aproveitado. Você acha que agora será a grande oportunidade?
Tudo é uma questão de seqüência, oportunidade e aproveitamento do atleta. Espero que dessa vez eu tenha isso aqui e vou dar o máximo de mim para conseguir aqui no Atlético a mesma projeção que eu consegui lá fora.

A princípio, você será reserva, pois Adriano e Fernandinho são jogadores já consagrados no Atlético. Você está disposto a permanecer mesmo assim ou prefere sair para um clube onde tenha a certeza de que será titular?
O fato de ser titular é uma condição que cada um ganha durante os treinamentos, durante o dia-a-dia. O campeonato ainda não começou, nem os treinamentos começaram. Estamos ainda em pré-temporada e aí sim vão começar os treinamentos e eu vou procurar demonstrar minha qualidade para buscar um espaço na equipe.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…