1 fev 2004 - 15h17

Castigo no final

Depois de começar vencendo e estar jogando melhor, o Atlético cedeu o empate ao Coritiba no primeiro Atletiba de 2004. Jadson abriu o marcador no finalzinho da etapa inicial e Capixaba empatou para o Coxa nos últimos minutos do jogo. O resultado de 1 a 1 manteve o Atlético na liderança da competição, com 10 pontos.

O primeiro tempo iniciou bastante agitado entre as duas equipes. Quem apresentou o primeiro lance de perigo foi o Atlético, que começou pressionando o adversário. William cruzou para o atacante Ilan, que acabou sendo desarmado pelo zagueiro Danilo. No contra-ataque alviverde, Bruno tocou para Capixaba, que chutou fraco para a meta do goleiro Diego. Nos cinco primeiros minutos de jogo, a torcida já previa que o clássico seria bastante disputado.

O primeiro lance de falta do jogo foi uma disputa de bola entre Fernandinho e Roberto Brum, que se estranharam bastante durante o primeiro tempo. Aos 8 minutos, Jadson cruzou a bola na grande área e Fernandinho tentou driblar o goleiro Fernando. No bate-rebate, William dominou e tocou para Rodriguinho, que chutou forte nas costas da zaga alviverde, que afastou o perigo.

Aos poucos, o Atlético buscava mais espaço dentro de campo, com mais jogadas ofensivas, dominando as ações de ataques do Coritiba. Alan Bahia e Ramalho não deram sossego para os laterais alviverdes e a dupla William e Marcão saíam bem nas jogadas de contra-ataque. Melhor disposto taticamente, o Atlético ainda teve chances de abrir o placar com o zagueiro Rogério Corrêa, que tentou cabecear a bola levantada por Jadson, em cobrança de escanteio. No contra-ataque, Éder passou por Alessandro Lopes e tocou para Lira, que chutou esquisito em cima de Diego. Na sobra, Bruno também tentou, mas acabou interceptado pelo lateral Marcão.

Facilmente desarmado, o Coritiba se segurava como podia e chegava ao campo ofensivo com bolas paradas. Ramalho fez falta em Laércio na esquerda. Na cobrança de Jucemar, o ataque alviverde se atrapalhou e Diego pegou tranqüilo a bola. O Coritiba tentou novamente com Laércio, após lançamento de Bruno, mas Diego estava atento e se antecipou na jogada.

O Atlético teve uma excelente oportunidade aos 20 minutos. William cruzou para Ilan, que ajeitou com o pé esquerdo, avançou e bateu cruzado, cara a cara com o goleiro Fernando, que defendeu a bola com a ponta dos dedos. Foi a melhor chance do jogo. Na cobrança de escanteio, Jadson levantou para a grande área, Alessandro Lopes tentou, mas a jogada não apresentou perigo para a zaga alviverde.

O Coritiba respondeu com Lira, que tirou Rodriguinho do lance e cruzou para a área atleticana. No rebote, Ataliba tocou para Jucemar, que acabou desarmado pelo zagueiro Alessandro Lopes. Aos 22 minutos, Capixaba evoluiu no meio de campo e tocou para Laércio, que ficou cara a cara com o goleiro Diego, que defendeu a bola parcialmente. No rebote, Bruno tentou, mas o zagueiro Rogério Corrêa estava atento no lance e afastou o perigo. Aproveitando a pressão alviverde, o técnico Antônio Lopes colocou Pepo no lugar de Ataliba, que estava sentindo dores musculares.

Porém, sua entrada foi infeliz. Em seu primeiro lance, já nos acréscimos, Alessandro Lopes avançou pela linha de fundo e cruzou para Jadson, que pedia a bola na grande área. Exercendo forte marcação, Pepo puxou o braço esquerdo do artilheiro atleticano e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Jadson finalmente abriu o placar para o Atlético: bola num canto, goleiro no outro.


Jadson comemora seu gol com os companheiros

Segundo tempo

Na etapa final, o Coritiba começou assustando os zagueiros do Atlético, principalmente nas jogadas rápidas entre Lira e Roberto Brum. Num dos primeiros lances perigosos, o zagueiro Rogério Corrêa falhou e Éder quase empatou a partida. Na mesma jogada, Bruno pegou a sobra e tocou para Capixaba, que foi desarmado por Alessandro Lopes.

O Atlético respondeu aos 3 minutos, após jogada de Fernandinho e Ilan, que sofreu falta de Bruno. Na cobrança de Jadson, Brum tirou de cabeça e afastou o perigo. Rodriguinho ainda tentou, mas a bola parou na zaga alviverde. Um minuto depois, o time atleticano quase aumentou o placar, após jogada rápida de Marcão e William.

Na resposta, o Coritiba quase empatou o placar. Lira avançou rapidamente pela lateral-direita e acabou sendo barrado por Marcão, que fez falta violenta e levou o cartão amarelo. Na cobrança, o lateral alviverde chutou direto e Diego voou para tocar a bola para a linha de fundo.

Sentindo que o adversário havia crescido no jogo, Mário Sérgio sacou William e colocou Alessandro, para reforçar a marcação. Aos 14 minutos, o Coritiba ainda tentou com Capixaba, após cobrança de falta de Lira. O Atlético tentava o contra-ataque com Marcão, que recebeu falta do zagueiro Danilo. Na cobrança pela esquerda, Jadson levantou, o zagueiro Alessandro Lopes tocou a bola de leve no canto direito de Fernando, que apenas observou a saída da bola. Minutos depois, Alessandro fez falta em Adriano. Na cobrança de Lira, o lateral Marcão se atrapalhou na jogada, mas o goleiro Diego ganhou na subida com Bruno.

O Atlético respondeu com a jogada rápida de Jadson, que tocou para Fernandinho. Após o drible no zagueiro Danilo, o atacante bateu forte e Fernando tocou para a linha de fundo. Na cobrança, Alessandro Lopes tentou, mas não apresentou perigo para a zaga alviverde. O técnico Mário Sérgio ainda substituiu Jadson por Raulen, que finalmente estreou com a camisa rubro-negra.

O jogo continuava bastante equilibrado e o Atlético pecou na marcação, fazendo muitas faltas. Aos 35 minutos, Adriano cobrou falta, o goleiro Diego passou batido e a bola foi na trave esquerda. Em um contra-ataque, Ramalho não conseguiu cortar, Laércio avançou pelo lado direito e cruzou para Capixaba, que empatou a partida aos 43 minutos.

Mesmo com o empate inesperado, o Atlético continua liderando o Grupo A do Campeonato Paranaense. O próximo compromisso do time é outro clássico, desta vez contra o Paraná Clube e na Arena da Baixada.

Texto: Monique Silva, do Conteúdo da Furacao.com

4ª Rodada – Paranaense – (01/02/04) – Coritiba 1 x 1 Atlético
L: Couto Pereira; A: Cleivaldo Bernardo (PR); CA: Alessandro Lopes, Ilan, Marcão, Rodriguinho, Roberto Brum, Pepo e Danilo; P: 12.837; R: R$ 127.272,50; G: Jadson, aos 45 do 1º; Luís Carlos Capixaba, aos 43 do 2º.

CORITIBA: Fernando; Jucemar, Danilo, Reginaldo Nascimento e Lira (Tiago Santos); Ataliba (Pepo), Roberto Brum, Luís Carlos Capixaba e Eder (Adriano); Laércio e Bruno. T: Antonio Lopes.

ATLÉTICO: Diego; William (Alessandro), Rogério Corrêa, Alessandro Lopes e Marcão; Ramalho, Alan Bahia, Rodriguinho e Jadson (Raulen); Fernandinho e Ilan. T: Mário Sérgio.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…