29 fev 2004 - 18h25

Confira a coletiva do técnico Mário Sérgio

O técnico Mário Sérgio não gostou da partida deste domingo contra o Roma, em Apucarana. Ele reclamou das condições do gramado do Bom Jesus da Lapa e também da atuação do árbitro Leomir de França Cuque, classificada por ele como “péssima”. Apesar disso, ele destacou o grande empenho tático e a disposição física de seus atletas.

Confira as principais declarações do treinador na entrevista coletiva concedida logo após o fim da partida:

CAMPO E ARBITRAGEM
“Um campo muito ruim, a arbitragem muito ruim. Todos os ingredientes para que as duas equipes tivessem dificuldades. Foi um jogo duríssimo, como eu já havia previsto. A arbitragem foi muito ruim, terrível, péssima. As duas equipes mereciam um árbitro melhor. Ele é muito ruim tecnicamente.”

LADO POSITIVO
“O espirito de luta, a determinação e principakmente a disciplina na parte tática. Os jogadores foram trocados e os que entraram jogaram bem.”

PÊNALTI
“A gente poderia ter conseguido uma vitória mais tranqüila se o árbitro não tivesse dado aquele pênalti no primeiro tempo.”

SUBSTITUIÇÕES
“Eu nunca pensei em botar o Renna porque eu tinha o William e o Fernandinho que chegavam no Washington. Além disso, eu precisava do Ivan para fazer a jogada de linha de fundo de esquerda, pois o Marcão estava muito bem marcado.”

PASSE
“Eu coloquei o Jadson e o Fernandinho mais a frente e o passe ficou por conta do Ramalho e do Alan. Isso dificultou nosso passe. O campo também nos prejudiocou e não podemos esquecer que a equipe deles é muito boa. Por isso é que erramos muitos passes.”



Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…