4 mar 2004 - 15h22

Opinião: “Gol da diretoria”

Quem leu de forma calma e tranqüila a notícia de que o talentoso meia Dennys foi contratado pela diretoria do Atlético não tem idéia da verdadeira guerra que aconteceu nos bastidores entre o Atlético e um outro time da cidade, pela sua assinatura.

A diretoria não vai confirmar, tampouco dar pano pra manga para o assunto. Uma singela notinha no site oficial do Atlético apenas informou à imprensa, como se o rapaz tivesse caído de pára-quedas no CT do Caju. Mas este tipo de coisa não acontece por acaso…

Quando começou a se destacar no futebol, Dennys foi descoberto por um olheiro do Paraná Clube (dizem que foi o pai do Ilan), que o levou para o tricolor. O jogador passou a ser apontado como uma das grandes revelações do futebol paranaense. Com apenas 16 anos já integrava o elenco profissional.

Integrou todas as Seleções Brasileiras de base (sub-17, sub-18 e sub-20) pelo seu futebol vertical, rápido e criativo. Vi este rapaz jogar algumas partidas em 2002. Um talento bruto, sem dúvida.

A ascenção meteórica, a desorganização do Paraná Clube, e o canto da sereia pelo dinheiro fácil o fizeram conseguir seu passe na Justiça, fato corriqueiro no combalido clube da Vila Capanema.

O rapaz foi muito jovem para o exterior. Talento lhe sobrava, mas começar uma carreira internacional com 16/17 anos é muito difícil, para qualquer um. Uma passagem não muito boa pelo futebol ucraniano (não houve adaptação), e a volta para Curitiba, onde integrará a equipe de juniores do Atlético. Receberá treinamento sério de novo. Planejamento, alimentação adequada, instrução, estrutura e tudo mais que somente o Atlético pode oferecer.

Quando estiver pronto novamente, passará a disputar vaga no meio campo, ou no ataque do Atlético, onde já há valores de primeira grandeza. Mas é pro futuro, pro ano que vem.

No outro time da cidade, choro e ranger de dentes. Fizeram manobras das mais diversas para contratar o jogador, mas acabou pesando mesmo a melhor estrutura, o melhor planejamento, e o trabalho mais sério.

Além, é claro, da visibilidade. Dennys sabe que, no Atlético, pode chegar à Seleção rapidamente, e desembarcar num Manchester United ou num Milan da vida. Enquanto que no outro time curitibano, o máximo que pode sonhar é ir para a Arábia, ou talvez para a Coréia, como recentemente acontece com seus melhores jogadores.

Outra grande jogada da diretoria foi trazer o Ricardinho, do PSTC, de vez para Curitiba. Lá em Londrina, já havia pesado assédio de clubes do Brasil inteiro. Com apenas 16 anos, Ticão já o aponta como a maior revelação do PSTC de todos os tempos….

Peraí! Mas o PSTC revelou Kléberson, Dagoberto, Jadson e Fernandinho. Então o tal Ricardinho é melhor que todos eles? Segundo o Ticão, sim! E o Ticão tem uma credibilidade muito grande…

Erick Raifur
Colunista da Furacao.com
Entre em contato



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…