14 mar 2004 - 16h20

Furacão volta a soprar

Depois do empate contra o Iraty na última partida, o rubro-negro voltou a jogar bem e goleou o Malutrom por 5 a 1, em São José dos Pinhais. Os gols foram marcados por Ilan (2), Washington e Marcão (2).

Demonstrando sua vontade de vencer, a equipe partiu para cima do adversário desde o início. Washington perdeu grande oportunidade logo no primeiro minuto. William invadiu a área e tocou para Fernandinho chutar em cima do goleiro. No rebote, Washington não conseguiu tirar a bola do goleiro, resultando em escanteio para o Furacão.

O domínio da partida foi totalmente rubro-negro. Aos 8 minutos, Ilan tocou com precisão para Jadson dentro da área. O meia driblou o goleiro, mas ficou sem ângulo para chutar e optou pelo toque para Alessandro Lopes, que não conseguiu chegar a tempo e deixou de anotar o primeiro tento.

De tanto pressionar, o Atlético abriu o placar aos 17 minutos. Após o chute de Alan Bahia, Ilan pegou a sobra e tocou por baixo do goleiro Tales. Pouco tempo depois, o Furacão marcou seu segundo gol novamente com Ilan. A jogada foi criada por Marcão, que lançou Jadson na linha de fundo. No cruzamento para a área, Washington chutou na trave. Todavia, Ilan não bobeou e empurrou para o fundo da rede.

De perigo ao gol de Diego, na primeira etapa, houve somente uma cabeçada fraca de Marcelo Soares e o desperdício de ótima chance num chute por cima de Altair. Tirando isso, o setor defensivo do Atlético conseguiu neutralizar praticamente todas as tentativas de ataque do Malutrom. Destaque para a boa estréia do zagueiro Marinho, mas que acabou sendo expulso no segundo tempo.

O terceiro gol rubro-negro aconteceu numa cobrança de falta, aos 37 minutos. Washington rolou para William ajeitar a bola e depois chutou colocado no canto esquerdo de Tales. Vibração total na torcida atleticana que, como sempre, ovacionou o atacante.

No segundo tempo, o Furacão não tirou o pé do acelerador e manteve o ritmo de jogo ofensivo para cima do Malita. Tanto é que em menos de cinco minutos surgiu outro gol. No entanto, o árbitro acabou anulando devido à posição irregular de William na jogada.

O quarto gol era apenas uma questão de tempo. O Atlético apresentava um bom futebol e chegou várias vezes com perigo ao gol de Tales. Fernandinho só não ampliou aos 20′ porque não conseguiu dominar bem a bola num toque de calcanhar de Washington dentro da área.

O campeão mundial pela seleção sub-20 não se abalou e continuou tentando. Forçou o zagueiro do Malutrom na saída e roubou a bola. No cruzamento rasteiro para a área, Ilan tocou em cima do goleiro. Na sobra, Jadson ainda driblou Tales, mas chutou em cima dos defensores, originando escanteio. Após a cobrança, Rogério Corrêa cabeceou e a bola sobrou na pequena área para o lateral Marcão assinalar o quarto gol.

Totalmente atordoado, o Malutrom mal conseguia chegar ao gol de Diego. Enquanto isso, o time rubro-negro passou a administrar a partida envolvendo o adversário em seu campo de defesa. Isso parece ter desligado alguns jogadores atleticanos. Numa desatenção na defesa, após cobrança de falta, a bola sobrou para Cristiano na direita. O atacante arriscou chute rasteiro, entre Diego e a trave, e a marcou o gol de honra do time da casa.

No final da partida, o Atlético ainda conseguiu seu quinto gol. Jadson bateu escanteio para o meio da área, mas foi interceptado pelo zagueiro. A bola voltou para os pés do meia, que fintou seu marcador e cruzou para Marcão desviar do goleiro e marcar seu segundo gol no jogo.

Com a vitória, o Furacão garantiu sua presença na semifinal do Campeoanto Paranaense e enfrenta o União Bandeirante na semana que vem apenas para definir sua posição. Mesmo empatando, o Atlético garante o primeiro lugar no grupo C.

4ª Rod. – 2ª Fase – Paranaense – (14/03/04) – Malutrom 1 x 5 Atlético
L: Pinhão; A: Carlos Jack Rodrigues Magno (PR); CA: Jadson, Alessandro Lopes, Marcão, Emerson, Leonardo e Anderson; CV: Altair e Marinho; P: 1.298; R: R$ 10.770,00; G: Ilan, aos 18 e aos 19 e Washington, aos 37 do 1º; Marcão, aos 21, Cristiano, aos 40 e Marcão, aos 47 do 2°.

MALUTROM: Tales; Rafael, Leonardo, Anderson e Emerson (Neto); Iverton, Helington, Altair e Dirceu (Cristiano); Fábio e Marcelo Soares (Sabiá). T: Mauro Madureira.

ATLÉTICO: Diego; William, Alessandro Lopes (Igor), Rogério Corrêa e Marcão; Ramalho (Marinho), Alan Bahia, Jadson e Fernandinho; Ilan (Dagoberto) e Washington. T: Mário Sérgio.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…

Fala, Atleticano

Foi épico

Assim, como o jogo de Santiago contra a Universidad Católica, estará para sempre na memória de qualquer atlheticano… O que aconteceu ontem na Bolívia, também..…