23 mar 2004 - 10h09

Manchetes atleticanas desta terça-feira

O Procon abriu uma investigação sobre o aumento de 100% no preço do ingresso para jogos do Atlético Paranaense. Agora, a diretoria do Rubro-Negro tem dez dias para apresentar ao diretor-presidente do Procon-PR, Algaci Túlio, documentos que justifiquem a majoração do preço. (Leia mais).

 

A torcida do Atlético está realmente disposta a promover uma queda de braço com a diretoria do clube. Entre um protesto e outro, parte dos rubro-negros já pensam na instalação de um abaixo-assinado. A estratégia seria uma forma (pacífica) de pressão. (Leia mais).

 

O Atlético-PR enfrentará o Londrina, no próximo domingo, às 16 horas, no Estádio do Café, norte do estado, pela semifinal do Campeonato Paranaense. O jogo de volta será no dia 4 de abril, domingo, na Arena. Dono da melhor campanha desde a primeira fase, o Furacão está a quatro empates do título Paranaense, incluindo os dois jogos finais. (Leia mais).

 

O Atlético completa 80 anos na próxima sexta-feira enfrentando uma turbulência. O aumento do preço dos ingressos para o Campeonato Brasileiro de R$ 15 para R$ 30, anunciados na última quarta-feira, provocou reações de torcedores, de parte da imprensa, do Procon (Procuradoria de Defesa do Consumidor) e de proprietários de lojas na Arena. (Leia mais).

 

O Atlético se reapresenta na tarde de hoje para iniciar os treinos visando a primeira partida da semifinal do Campeonato Paranaense. Para o jogo de domingo, contra o Londrina, no Estádio do Café, o técnico Mário Sérgio deve fazer modificações na equipe. (Leia mais).

 

O Departamento de Escolas do Atlético continua perseguindo a meta de implantar 20 escolas no interior do estado do Paraná até o final do segundo semestre de 2004. Na semana passada, rubro-negro acertou a instalação de mais três sedes; Santo Antônio da Platina, Castro e Telêmaco Borba. Hoje, o Atlético tem três sedes na capital e 12 sedes espalhadas no interior. (Leia mais).

 


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……