31 mar 2004 - 11h23

Manchetes atleticanas desta quarta-feira

Diego puxa a lista da “enfermaria” atleticana
Destaque do time e garantia de porteira fechada, ele se ressente de ter levado uma pancada na partida de domingo. Apesar de ele garantir que estará na partida contra o Londrina (às 16 horas de domingo, na Arena), ontem ele não treinou devido as dores. Além dele, o meia Adriano será submetido a novos exames e Dagoberto e Ramalho farão fisioterapia intensiva. [Leia mais].

 

Recomeça guerra Atlético x torcida
A guerra está de volta. Após a trégua para a comemoração dos 80 anos do Atlético, uma parte da torcida rubro-negra promete voltar a agir contra o reajuste no preço dos ingressos – que serão vendidos a R$ 30 a partir do Brasileiro. Já a diretoria do clube se mostra irredutível, na esperança de que a nação atleticana compreenda e apóie a medida. [Leia mais].

 

Torcedores do Atlético-PR reclamam ao Procon
Representantes das torcidas organizadas do Atlético-PR estarão reunidos nesta quarta-feira com o coordenador do Procon-PR, Algaci Túlio, para entregar um abaixo-assinado pedindo a revisão do aumento de 100% no valor do ingresso para o Campeonato Brasileiro. O preço saltou de R$ 15 para R$ 30. [Leia mais].

 

Dez mil assinaturas contra aumento do ingresso
O novo preço dos ingressos poderá render mais dor de cabeça para a diretoria do Atlético. Um grupo de torcedores promete reverter o aumento de R$ 15 para R$ 30 com ações na Justiça e com denúncias ao Procon e ao Ministério Público. “Nossa meta é conseguir dez mil assinaturas de apoio”, disse o presidente da Confraria ETA (Esquadrão Torcida Atleticana), Doático Santos. [Leia mais].

 

Atlético explica reajuste de 100%
A diretoria do Atlético entrega hoje ao Procon do Paraná a defesa sobre a acusação de reajuste irregular dos ingressos para os 23 jogos que serão disputados na Arena da Baixada este ano, pelo Campeonato Brasileiro. Na semana passada, a Defesa do Consumidor abriu investigação preliminar para apurar o reajuste de 100% dos tíquetes, já que no ano passado a entrada para a mesma competição custava R$ 15. [Leia mais].

 

Jogadores querem a torcida atleticana do seu lado
O atacante Ilan, que já foi perseguido pela torcida atleticana, não tem a menor dúvida de que o torcedor vai comparecer em massa para ajudar a equipe a conquistar essa vaga na decisão do Campeonato Paranaense. “Vai ser uma partida muito difícil, assim como foi no domingo passado e por isso é que vamos precisar muito do apoio do nosso torcedor”, destacou. “Sei que a torcida está chateada com o aumento no preço dos ingressos, mas acho que esse problema não vai fazer com que ela jogue contra o seu time do coração”. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…