12 abr 2004 - 19h20

Opinião: ‘sobre o jogo’

· Mário Sérgio errou, todos perceberam. Comentando com amigos, já havíamos discutido durante a semana que ele deveria armar uma ultra-mega-giga retranca. Mas deixar o artilheiro do campeonato no banco, por opção tática, na final do campeonato, é querer reinventar a roda. Em que time do Brasil Washington seria banco? No time que o Mário Sérgio venha a dirigir!

· A saída de Jadson também foi equivocada. O time deveria ter ficado com aquela formação, no mínimo por uns 10 minutos para ver no que dava. E tirar o melhor jogador do campeonato para colocar um (mais um) defensor, foi de matar!

· Se a expulsão de Vanderson foi correta, porque o espalhafatoso Herber Roberto Lopes não teve coragem de expulsar Ramalho, que a cada lance fazia falta e fez ao menos em duas oportunidades chegou a ser maldoso? Se o tal Batatinha tivesse altura de um ser humano normal, nem teria o atingido no rosto.

· Mesmo antes do gol de empate, o cimento armado sobre o “camarote” do visitante já balançava muito. Depois do gol, com a massa atleticana cantando sem parar, começaram a cair pedaços de tijolo no primeiro anel. A polícia teve que chamar, às pressas os seguranças do Coritiba para que fosse isolada a área. Alô Corpo de Bombeiros, boa tarde, tudo bem?Vamos trabalhar e vistoriar decentemente os estádios?

· Falando nisso, mais uma lição da torcida atleticana no sábado. Mesmo perdendo, com um a menos e com pouco mais de 15% dos presentes no campo adversário, cantamos muito, muito mais que os fãs do Glorioso, fato comprovado inclusive pelo VT na Paraná Educativa domingo pela manhã. Pergunto ao Sr. Fleury: esse é o povão que vai pagar R$ 30 no Brasileiro? São esses que praticamente empurraram o time rumo ao empate que serão os torcedores “eventuais”?

· Mando aqui dois abraços. Primeiro ao goleiraço Diego, tão invejado pela imprensa verde (apesar do goleiro Fernando também ser muito bom). Fechou o gol, mostrou personalidade e, mesmo com a derrota, foi pra galera, bateu no peito e já confirmou: vamos ser campeões! O outro vai para o inúmero contingente de coxas que invadiu minha casa num churrasco antes do jogo e pelos outros tantos que encontrei no Bar do Altair no Bom Retiro. Chegamos a gravar os gritos de “bi campeão” para escutar bem alto domingo que vem. E o melhor de tudo: não precisarei pagar a conta! O mundo dá voltas e domingo é dia do povo atleticano comemorar e inclusive ensinar à outra torcida da cidade como se faz festa, barulho e se comemora um título. Eles estão meio destreinados….

Juarez Villela Filho
Colunista da Furacao.com
Entre em contato com o autor do texto

Os textos de opinião não representam necessariamente o pensamento da Furacao.com. O autor do artigo se responsabiliza integralmente por seu conteúdo. Comentários devem ser enviados diretamente ao autor, através do e-mail acima indicado.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……