14 abr 2004 - 3h29

Manchetes atleticanas desta quarta-feira

Washington avisa que está pronto para decidir o título
Se o técnico Mário Sérgio necessitar de um voluntário para marcar gols e ajudar o time do Atlético a vencer o clássico decisivo de domingo não precisa nem procurar muito. O atacante Washington promete entrar com muito mais vontade para compensar a reserva forçada no primeiro jogo da decisão. E mais, o artilheiro do time diz que ainda tem que melhorar muito pois “só” marcou dez gols nas dez partidas em que vestiu a camisa rubro-negra. [Leia mais].

 

Gol valioso não muda status de Igor
A primeira partida da decisão do Paranaense podia ter sido uma catástrofe para o Atlético. Com um jogador a menos logo nos primeiros 15 minutos de jogo, o rubro-negro se superou, conseguiu segurar o ímpeto do maior rival estadual, mas saiu de campo com o fim da sua invencibilidade na competição. De quebra, precisa devolver a derrota para o Coritiba se quiser ficar com a taça. A situação, hoje delicada, só não ficou mais complicada por causa da cabeça do zagueiro Igor. [Leia mais].

 

Washington e Ilan querem evitar nova derrota para o Coritiba
Em 1999, jogando pelo Paraná, os atacantes Washington e Ilan perderam o título do Campeonato Paranaense para o Coritiba. Agora, defendendo o Atlético-PR, a dupla espera que a história tenha um final feliz. O Atletiba decisivo será no próximo domingo, às 16 horas, na Arena. [Leia mais].

 

Jogadores do Atlético falam em raiva e coração
Os jogadores do Atlético escolheram palavras fortes para explicar o que esperam do segundo jogo da final do Campeonato Paranaense, domingo às 16 horas, na Arena. O goleiro Diego disse que o time precisa de raiva, o zagueiro Igor quer que a equipe coloque o coração no bico da chuteira e o atacante Washington afirmou que estará satisfeito com uma vitória por “meio a zero”. [Leia mais].

 

Clima ‘esquenta’ de vez no Furacão
A derrota para o Coritiba na primeira partida da final do Paranaense não só deixou o Atlético mais longe do título como também gerou um clima. Além dos obstáculos para montar a equipe problemas médicos e insatisfação dos jogadores que esquentaram o banco de reservas o técnico Mário Sérgio também desconfia que pode deixar o Furacão no Brasileirão. [Leia mais].

 

Mário Sérgio poderá cair até conquistando o título
Parece que não foi só a torcida que ficou irritada com as invenções do técnico Mário Sérgio. O presidente de verdade do Clube Atlético Paranaense, Mário Celso Petraglia, também não anda muito satisfeito com as trapalhadas do treinador do seu time. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…