15 abr 2004 - 23h41

Meu Atletiba inesquecível: Alan e Ricardinho

Coincidentemente, os dois jogadores escolhidos para o relato de hoje escolheram o mesmo Atletiba como seu clássico inesquecível. Ricardinho, que chegou ao Atlético no ano passado, e Alan Bahia, revelação das categorias de base atleticanas, escolheram a final da Copa Sesquicentenário como o Atletiba mais marcante de suas carreiras.

ALAN BAHIA
Atletiba de 17 de dezembro de 2003

Para mim, o título da Copa Sesquicentenário foi inesquecível porque foi minha primeira final no profissional, primeiro título e logo em cima do Coritiba. É sempre bom vencer um clássico, ainda mais na final, ser campeão e cima deles foi uma coisa super marcante. Pelo fato de eu estar vindo da disputa do Brasileiro e me enturmar com os jogadores que não estavam sendo aproveitados no time de cima, a minha responsabilidade era maior naquela final. Mesmo sem ter aquele entrosamento, eu estava podendo ajudar a conseguir o título que foi importante pois o ano passado foi um ano ruim para o time.

RICARDINHO
Atletiba de 17 de dezembro de 2003

Meu Atletiba mais importante foi no ano passado, o da Copa Sesquicentenário. O Coritiba veio com o time completo e o time do Atlético ainda não tinha tido uma afirmação no campeonato, foi com um time que era feito dos jogadores de banco, jogadores que não chegaram a jogar como titulares no Campeonato Brasileiro. Mas na hora a gente se superou, demos as nossas vidas, como se diz no meio do futebol, e a gente pôde surpreender a equipe do Coritiba e sair com a vitória. Marcar o gol do título foi muito importante, pois no Brasileiro em muitos jogos eu fiz de tudo e na hora de concluir acabei não conseguindo marcar e, na Sesquicentenário, tive a oportunidade contra o Coxa, fiz o gol e não poderia ter sido em hora melhor. Marcar em Atletiba é especial e o gol que eu não fiz no Brasileiro eu marquei na Sesquicentenário e essa chance que eu tive teve gente aqui que não teve, então eu fui lá e aproveitei. Eu sou de São Paulo, cheguei aqui e hoje eu vejo que nem Corinthians e Palmeiras é igual ao Atletiba e um jogador que faz um gol em uma final daquela grava seu nome no clube.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……