23 abr 2004 - 16h01

Opinião de Juarez Villela Filho

Leia a opinião de Juarez Villela Filho:

Humildade

Quantas vezes já não ouvimos que o Atlético tem o melhor CT do Brasil, o melhor Estádio da América Latina? Que nossas categorias de base são as melhores do Brasil? Que somos o time mais organizado administrativamente, com as dívidas saneadas e que temos o melhor (talvez o único) cientista do mundo a cuidar exclusivamente de futebol?

O Atlético não é o Real Madri minha gente!

O Atlético é um time que, queiramos ou não, ainda busca seu lugar no cenário nacional. A derrota de ontem, nada mais é do que o reflexo de um time que está derrotando a si próprio há dois anos. Após a “Tomada da Bastilha” do todo poderoso MCP, o Atlético não é, e parece que não será, mais o mesmo.

O buraco é mais em cima. Que Mário, o Sérgio, errou e feio nas finais, até Steve Wonder conseguiria ver. Que sua teimosia foi seu maior erro, e sua vontade de ter mais majestade que o Rei o fez errar, não há dúvidas. Mas quem erra mais, e há tempos é o outro Mário. O Celso!

O atleticano quer o Atlético de volta. Aquele em que os jogadores doavam-se integralmente, aquele que jogava em desvantagem numérica ou no placar e revertia. Aquele Atlético que era do povo e não um time de dono, uma espécie de Matsubara do século XXI, onde a preocupação é ver quai$ jogadores serão vendidos e o quanto vai entrar nos cofre$ (espero que do Atlético).

O descompromisso com a vitória de um Ilan, um Dagoberto, um Fabrício, são tocantes. É um time sem alma, que espelha o que vem de cima. Após perder o título em casa, para o maior rival, fato que nunca havia ocorrido em 80 anos de história, a maior preocupação do Dr. Fleury era com o prejuízo da quebra das cadeiras. Quanta sensibilidade!

O Atlético fez parceria com o maior (novamente o melhor) grupo de marketing mobiliário americano. Porque não fazem uma parceria com o torcedor, esse que tanto dá e tão pouco pede em troca? Não seria mais correto, mais justo, mais humano?

O Atlético, antes de tudo, deve voltar a calçar as sandálias da humildade que tão bem nos fizeram em mais de sete décadas de existência. E que volte a tomar um rumo: se realmente o Atlético é tão bom, se vale o ingresso mais caro do Brasil, se tem o melhor do melhor em tudo, por que não se contratam os melhores jogadores e principalmente, o melhor treinador?

Chega de comer rolmops e arrotar salmão! Eu só queria o meu Atlético de volta.

Juarez Villela Filho
Colunista da Furacao.com.

O conteúdo da opinião acima é de responsabilidade exclusiva de seu autor e não expressa necessariamente a opinião dos integrantes do site Furacao.com.

Entre em contato.



Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…