2 maio 2004 - 23h13

Rogério recebe abraço da “falsidade”

No final do jogo, o atacante colombiano Aristizábal foi em direção do zagueiro Rogério Corrêa e deu um abraço no jogador atleticano, com quem havia discutido durante toda a partida. Logo em seguida, Rogério foi entrevistado pelo repórter Osmar Antônio, da Rádio Banda B, a respeito do fato.

“Foi o abraço da falsidade”, disse Rogério Corrêa, revelando que não imaginava essa atitude por parte do atacante que ficou o provocando durante todo o jogo. O zagueiro não gostou especialmente do fato de Aristizábal ter ido falar com Dagoberto depois que o atacante atleticano sofreu uma falta e estava no chão recuperando-se da pancada.

“Não tem nada que ir lá dar conselho. Ele está na função errada”, disse Rogério.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…