2 maio 2004 - 21h40

Torcida protestou, mas não contra o ingresso

A torcida organizada Os Fanáticos iniciou a partida de hoje protestando contra o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia. A facção ameaçou não ir ao estádio caso o ingresso estivesse custando 30 reais. Com a decisão da justiça em baixar o preço para R$ 15, os torcedores foram em peso ao Joaquim Américo.

Porém, mesmo antes do início do jogo, os rubro-negros reivindicaram a utilização da bateria da organizada na Baixada, que foi proibida pela diretoria. O principal alvo das críticas continuou sendo o dirigente Mário Celso Petraglia.

No entanto, durante a partida, quem sofreu com os protestos foi João Augusto Fleury da Rocha. O presidente acompanhou o jogo do pombal e teve de ouvir a torcida pedindo a sua saída do clube.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……