8 maio 2004 - 18h43

Cléber divide os elogios com o grupo

Na tarde deste sábado, o goleiro Cléber teve mais uma oportunidade de vestir a camisa 1 do Atlético. Com a contusão do titular Diego, Cléber foi escalado pelo técnico Levir Culpi e fez bonito: não sofreu gols e, de quebra, salvou o Atlético de perder a partida após a pressão do Guarani no final do jogo.

“Realmente foram duas defesas importantes no jogo. Toda a equipe está de parabéns, apesar do empate. Fizemos um bom trabalho”, comentou Cléber, satisfeito por ter ajudado o Atlético a conquistar mais um ponto fora de casa. A partida mais marcante de sua carreira foi justamente um empate sem gols fora de casa, contra o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro de 2002.

Apesar da boa atuação, Cléber deverá voltar ao banco na próxima partida. Isso porque Diego fará tratamento durante a semana e deverá ter condições físicas de voltar à meta atleticana.



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…

Fala, Atleticano

O pior Atletiba que eu vi

Olha, foi “tenso” assistir o Clássico… Sóbrio , ver o jogo, nem pensar… Jesus, que “Show de Horrores” !!!! Uma equipe, tentando jogar apesar de…