11 maio 2004 - 10h33

Xô, turbulência!

O Atlético enfrentou problemas desde a primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Primeiro, a ausência de um técnico nas duas primeiras partidas acabou pesando decisivamente para as derrotas do time. Contra o Paysandu, recuperou-se bem, mas voltou a patinar diante do Coritiba e do Guarani.

Contra o Bugre, no último sábado, foram nada menos do que nove desfalques, entre machucados, suspensos e vetados pelos médicos. No final do jogo, o técnico Levir Culpi previu que a fase de turbulência do clube estava no fim. Ele disse que esperava poder contar com reforços para a partida contra o Santos e que o retorno desses atletas considerados titulares iria mudar o modo do time jogar.

Bastou apenas um dia para a previsão de Culpi começar a tomar forma. No treinamento desta segunda-feira, o treinador já pôde contar com a dupla de atacantes Washington e Ilan, um reforço considerável, ainda mais se considerando a falta de pontaria do ataque rubro-negro no último jogo.

Com Washington e Ilan, o Atlético resgata a dupla titular durante a maior parte do Campeonato Paranaense. Juntos, eles já marcaram 18 gols, quase a metade do total assinalado pelo rubro-negro neste ano. O poder de fogo atleticano será muito maior, ainda mais contando com a presença de Jadson, que fez 8 gols em 2004.

Outros reforços

Se o ataque deixará de ser problema para Levir Culpi, outras posições também ganharão reforços. O goleiro Diego é um que provavelmente voltará ao time. Ele não atuou contra o Guarani em função de uma lesão muscular, mas a previsão dos médicos é de que ele consiga se recuperar a tempo do jogo de sábado, contra o Peixe.

Além de Diego, há boas perspectivas de liberação do volante Alan Bahia e do meia William. Alan não sentiu dores no final de semana, o que é um bom sinal. Ele havia machucado o joelho no treino da última sexta-feira. William saiu contundido no primeiro tempo do jogo contra o Guarani, mas também não há gravidade.

Continuarão como desfalques certos o atacante Dagoberto, o zagueiro Rogério Corrêa e o meia Adriano. Fabiano e Bruno Lança, com cortes na testa, deverão ser liberados.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…