15 maio 2004 - 21h05

Na raça e no coração

Não foi William Bonner quem deu a notícia. A folga do editor-apresentador do Jornal Nacional fez Renato Machado informar que o Atlético Paranaense venceu o Santos na Arena da Baixada. O jogo foi bastante disputado, mas no fim prevaleceu o bom desempenho da equipe rubro-negra.

Antes da partida começar uma cena bastante emocionante. O atacante Washington e o meio-campo Narciso trocaram camisas no gramado. Ambos sofreram com doenças graves, se recuperaram, e voltaram a atuar pelos seus times.

O Santos veio a Curitiba desfalcado de Diego. Basílio não conseguiu substituir o craque no mesmo estilo porque foi marcado com perfeição pela zaga atleticana.
Pelo lado rubro-negro o técnico Levir Culpi teve o retorno de Diego, Alan Bahia, Ilan e Washington, que não haviam atuado contra o Guarani. Mesmo com os reforços, o Atlético não foi bem até a metade do primeiro tempo. O Peixe atacava com mais perigo, mas não conseguia marcar.

Analisando o jogo com perfeição, Levir sacou o zagueiro Igor, colocou Raulen em campo e deslocou Fernandinho para o meio. Foi aí que o Atlético cresceu e passou a dominar o jogo. Com o esquema 4-4-2 funcionando, os atacantes passaram a criar mais chances, só que a falta de toque de bola entre Ilan e Washington não permitiu que o placar fosse aberto até os 45 minutos iniciais.

Já no segundo tempo o técnico atleticano fez mais uma alteração. Saiu Marcão, que não fazia uma boa partida, e entrou Ivan. O panorama pouco mudou: Atlético e Santos atacavam mas esbarravam na incapacidade dos atacantes. Isso até os 27 minutos, quando Fernandinho ganhou uma bola na direita e cruzou na cabeça de Washington, “Coracão Valente”, estufar as redes de Júlio Sérgio. O gol empolgou o Furacão que passou a pressionar mais e ter chances de ampliar com William e Ilan e também num pênalti não marcado pela arbitragem, onde Washington foi calçado.

Quando o Santos tentou empatar, foi barrado na experiência do zagueiro Marinho, que saiu de campo ovacionado pela torcida que esteve na Arena da Baixada. Com o resultado o clube paranaense ocupa, momentaneamente, a 11a colocação no Campeonato Nacional.

6ª rodada – Brasileiro – (15/05/04) – Atlético 1 x 0 Santos
L: Arena da Baixada; H: 18h; A: Edilson Soares da Silva (RJ); CA: Alan Bahia, Fernandinho, Raulen, Marinho, Paulo César, André Luís e Preto Casagrande ; P: 17.412; R: R$ 197.271,00; G: Washington, aos 27 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; Fernandinho, Marinho, Fabiano, Igor (Raulen 32′) e Marcão (Ivan 64′); Alan Bahia, William e Jadson (Bruno Lança 75′); Washington e Ilan. T: Levir Culpi.

SANTOS: Júlio Sérgio; Paulo César, Pereira, André Luís e Léo; Paulo Almeida (Leandro Machado 80′), Renato, Elano e Basílio (Preto Casagrande int) (Lopes 73′); Robinho e Deivid. T: Vanderlei Luxemburgo.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…