27 maio 2004 - 22h03

Cruzeiro leva vantagem nos confrontos

Belo Horizonte – Atlético Paranaense e Cruzeiro já se enfrentaram 29 vezes em toda a história. A equipe mineira leva larga vantagem, com 15 vitórias contra cinco do rubro-negro. Outros nove jogos terminaram empatados. O ataque cruzeirense marcou 53 gols, contra 32 do Furacão.

O primeiro duelo entre os dois times aconteceu no dia 17 de outubro de 1968, em Belo Horizonte, e o Cruzeiro venceu por 4 a 1, pela Taça de Prata. O último encontro aconteceu no dia 13 de setembro de 2003, e a Raposa venceu pelo mesmo placar, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro. A maior goleada foi registrada no dia 20 de fevereiro de 1992, quando a equipe mineira venceu por 4 a 0 no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.

Os dois times já se enfrentaram 14 vezes em Curitiba, com seis vitórias do Cruzeiro contra três do Atlético e cinco empates. A Raposa marcou 21 gols, contra 16 do Furacão. Já em Belo Horizonte, o duelo já aconteceu 15 vezes, com nove vitórias mineiras contra duas dos paranaenses e quatro empates. O time celeste balançou as redes 33 vezes, contra 15 do rubro-negro. O artilheiro dos confrontos é o atacante Fábio Júnior, que marcou cinco gols pelo Cruzeiro.

Artilheiros do confronto:
5 gols – Fábio Júnior (Cruzeiro)
4 gols – Alex e Alex Alves (Cruzeiro); Lucas (Atlético-PR)
3 gols – Aristizábal (Cruzeiro)
2 gols – Alex Mineiro, Paulo Marcos e Tico (Atlético-PR); Agnaldo, Eduardo, Evaldo, Mota, Oséas, Tostão e Valdo (Cruzeiro)
1 gol – Adriano, Agnaldo, Binga, Cléber, Emerson, Fernandinho, Igor, Kleberson, Marinho, Nem, Nivaldo, Renato Sá, Sandoval, Túlio e Warley (Atlético-PR); Ademar, Adilson, Charles, Cleison, Cris, Dirceu Lopes, Edílson, Edmundo, Geraldão, Jackson, Joãozinho, Leonardo, Luiz Fernando, Marcelo Batatais, Palhinha, Ramon Menezes, Ricardinho, Seixas e Sorin (Cruzeiro)

Reportagem: Diogo Finelli



Últimas Notícias

Opinião

Um Athletico! Uma vida!

E lá se vão 49 anos. Isso aí, 49! Ano do Furacão! E como vivi esse Athetico! E como estou vivendo, feliz e não menos…