5 jun 2004 - 0h51

Ele quis ficar em Curitiba

O meio-campo Adriano não quis viajar com a delegação do Atlético para a Água de Lindóia, em São Paulo. Todos os jogadores relacionados começam a fazer neste sábado uma intertemporada visando os próximos compromissos do Furacão no Campeonato Brasileiro.

A decisão foi pessoal, já que Gabiru tinha sido convocado pelo técnico Levir Culpi para fazer parte do grupo. Todos os integrantes da comissão atleticana gostariam que ele estivesse participando dos treinamentos, mas não houve qualquer possibilidade do atleta voltar atrás.

Com o afastamento de Adriano aumentam as chances dele deixar o clube assim que o contrato com o Rubro-negro seja finalizado.

De acordo com a assessoria de imprensa do Atlético, em nota publicada no site oficial, Adriano já havia completado a recuperação médica e de fisioterapia de seu pé direito e tinha sido liberado para treinamentos físicos. Não havia motivos para que o jogador ficasse em Curitiba.

Desafeto

No começo do ano Adriano se meteu em uma confusão com o então treinador Mário Sérgio. O jogador não participou de determinados treinamentos e foi afastado do time principal.

A torcida reagiu contrária a decisão do técnico, mas logo depois que Mário Sérgio voltou atrás, Adriano se machucou e teve que realizar uma cirurgia no pé direito.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…