10 jun 2004 - 11h57

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

Psicóloga faz “cabeça” do Atlético– A nova psicóloga do Atlético já começa a fazer a cabeça dos jogadores. No bom sentido, é claro. Contratada na semana passada, Rosa Grupenmacher iniciou os trabalhos no domingo e está colocando em prática o seu planejamento dentro do Rubro-Negro. Pela primeira vez, ela trabalha com um clube de futebol profissional, mas diz que acredita num bom entrosamento com o elenco do Furacão. (Leia mais).

 

Atlético volta a sondar Ruy– Um namoro antigo pode dar casamento em breve. Mais uma vez o Atlético corre atrás do lateral-direito Ruy, 26 anos, atualmente defendendo o Botafogo. Já no fim do ano passado, o Rubro-Negro tinha tentado trazer o ala para a disputa do Paranaense e do Brasileiro, porém, influenciado por Levir Culpi, então técnico do Alvinegro e fã de seu futebol, Ruy optou pelo Rio de Janeiro. (Leia mais).

 

Atlético-PR tenta contratar Ruy– A diretoria não confirma, mas o Atlético-PR fez uma proposta para contratar o lateral-direito Ruy, do Botafogo. A indicação foi do técnico Levir Culpi, que trabalhou com o jogador no clube carioca. (Leia mais).

 

Situação de Morais emperra na CBF– O meia Morais vive uma situação que oscila entre a alegria interior e a tristeza aparente. Com apenas 19 anos, ele é alvo do assédio de dois clubes de projeção do futebol brasileiro. O Atlético anunciou a contratação dele há dez dias e desde então está na expectativa de contar com seu futebol para a sequência do Brasileirão. Mas o Cruzeiro, atual campeão nacional, insiste na tese de ter assinado um pré-contrato com o jogador e não aceita liberá-lo sem um acordo vantajoso. (Leia mais).

 

Atlético sofre assédio de europeus– A intertemporada das equipes paranaenses chegam ao fim hoje, quando os times voltam a treinar em Curitiba para os confrontos do Brasileirão no final de semana. O Atlético deixou Monte Sião (MG), com uma vitória por 2 a 0 sobre o Serra Negra, em jogo-treino disputado pelos reservas. (Leia mais).

 

Furacão prevê jogo difícil– A atual fase do Flamengo no Campeonato Brasileiro não é boa. Mas o rubro-negro do Rio de Janeiro ainda impõe respeito. E com respeito os jogadores do Atlético-PR pretendem encarar o jogo do próximo domingo. Após oito rodadas, o time do Rio de Janeiro, ainda sem nenhuma vitória, soma quatro pontos, estando em 22º lugar, ou seja, na zona de rebaixamento. (Leia mais).

 

Atlético à procura de um lateral– O Furacão da Baixada está realizando uma campanha belíssima no Campeonato Brasileiro. Isso, porém, não quer dizer que o elenco não precisa de reforços. Precisa, sim! E a prioridade é um lateral-direito, já que, no momento, o elenco não conta com ninguém para aquele setor- Raulen é meia e está jogando improvisado. Sendo assim, o técnico Levir Culpi já não esconde mais que está disposto a levar o lateral-direito Ruy, do Botafogo, para a Baixada. (Leia mais).

 


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…