13 jun 2004 - 21h07

Confira a íntegra da coletiva de Levir Culpi

Pênalti perdido, expulsão do artilheiro, gols perdidos e outros em situação irregular. Isto é o que pode ser resumido da partida contra o Flamengo hoje, em Volta Redonda. Desfalcado dos jogadores Fernandinho e Marinho, o Atlético teve um gol anulado no segundo tempo e viu o adversário aumentar o placar nos primeiros minutos de jogo.

Mas um fato não passou despercebido por ninguém e muito menos pelo técnico Levir Culpi: a atuação do trio de arbitragem. Na coletiva concedida à imprensa no final da partida, o técnico falou dos erros, da falta de finalização da equipe e é claro, da pífia atuação da arbitragem. Confira a coletiva:

ARBITRAGEM
“A derrota doeu muito pelas circunstâncias. Nós perdemos várias oportunidades para marcar, mas quem protagonizou a partida foi o trio de arbitragem, a ponto de pensar em uma armação. É raro um trio de arbitragem errar tanto assim, a ponto de desestabilizar uma equipe. Tivemos nossos erros, mas há muito tempo eu não via uma arbitragem tão ruim. Mas espero que tudo seja analisado, isso agora é problema do Armando Marques. Realmente houve um desequilíbrio, tivemos muitos problemas, não finalizamos, não acertamos o gol, inclusive a penalidade. Mas foi a pior arbitragem do Campeonato Brasileiro e o Atlético foi muito prejudicado”.

PROBLEMAS
“Nosso principal problema foi a finalização. Nosso time cria e finaliza muito, mas hoje começamos perdendo ali no pênalti. O time até criou situações, mas não tivemos competência igual os jogos anteriores”.

ADVERSÁRIO
“O Flamengo não chegou a me surpreender. Tanto ele como o Atlético são equipes de muita torcida, os dois jogam pra cima e pra baixo. O Flamengo não fez uma grande partida, apenas foi competente e mereceu a vitória, conseqüente do resultado lá na Bahia, que passa um astral muito bom para eles jogarem quarta-feira, contra o Vitória. Foi uma situação emocional muito boa pra eles, mas de modo geral o jogo teve um certo equilíbrio. Considero a vitória deles justa, normal e merecida, mas eu infelizmente sou obrigado a lamentar os 3 a 0 e entregar o resultado ao trio de arbitragem. Não é desculpa, não vamos contestar a vitória do Flamengo”.

ÁRBITRO
“Vou ser sincero. Na verdade eu não fiquei preocupado quando soube que o árbitro seria este, vindo de Sergipe. A gente faz uma análise do que houve após a partida. A principio você passa crédito para o árbitro, você quer que ele seja imparcial. Terminada a partida, nós vamos ver o que acertamos e o que erramos. Mas foi uma catástrofe, o desempenho do Atlético foi alterado. Mas vamos administrar nossos erros, não tem o que lamentar vamos aprender a lição”.

MARINHO
“Sinceramente, não sei o que aconteceria se ele tivesse jogado, ninguém pode responder isso. Não lamento ausência de jogador. O Igor fez uma boa partida. Tomamos dois gols de bola parada e o outro e total impedimento. Mas nossa defesa foi normal, ainda ficamos com 10 jogadores em campo e abrimos um pouco a defesa. Mas ela teve um desempenho normal. Quem não teve foi a arbitragem”.

WASHINGTON
“Treinamos a semana inteira e até pênalti nós erramos. Viemos de um aproveitamento muito bom no campeonato, mas não tem o que lamentar. Vamos rever os nossos erros e corrigir logo. Fiquei um pouco aborrecido porque no intervalo eu já previa que a arbitragem continuaria daquela maneira e alertei os jogadores para não tomarem mais cartão. E perdemos o Washington e facilitamos a arbitragem, com mais cartões. Tem que ter um pouco mais de inteligência pra jogar, o equilíbrio é fundamental”.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……