21 jun 2004 - 14h07

Furacao.com lança Boletim por e-mail

Estreou nesta segunda-feira o Boletim Furacao.com, um informativo distribuído por e-mail aos visitantes cadastrados no site. O Boletim circulará sempres às segundas-feiras, contendo notas e comentários sobre os principais temas relacionados ao Atlético.

O objetivo é apresentar um resumo dos fatos mais relevantes do clube, especialmente para as pessoas que têm pouco tempo para acompanhar o dia-a-dia do Furacão. Além disso, as notas serão permeadas por comentários e opiniões de colaboradores do site e de leitores, que poderão se manifestar através do e-mail boletim@furacao.com.

A primeira edição circulou nesta segunda-feira. Se você deseja receber o informativo, clique aqui. Confira abaixo a íntegra do Boletim Furacao.com n° 1.

Boletim Furacao.com – Segunda-feira, 21 de junho de 2004 – Edição nº 1

“Buscamos o resultado, mas não fizemos o que precisávamos. Mas o que aconteceu durante a partida é quase inacreditável”

Levir Culpi

Estréia

Essa é a primeira edição do Boletim Furacao.com. Trata-se de um informativo semanal distribuído pelo site aos seus usuários cadastrados. A circulação do Boletim ocorrerá às segundas-feiras, trazendo sempre as notícias da última semana. Comentários e sugestões podem ser enviados através do e-mail boletim@furacao.com.

Derrota estranha

Ninguém entendeu direito como o Atlético perdeu para o Vitória no sábado. O time teve iniciativa, criou boas jogadas e podia ter vencido com facilidade. Não jogou um futebol primoroso, mas ao menos era suficiente para vencer. De repente, em poucos minutos, a casa desmoronou. A esperança da torcida agora é que o resultado não abale o grupo a tal ponto de ameaçar a boa recuperação da equipe.

Pegando um Penha…

Depois de Renna, negociado com o Bahia, o Atlético anunciou na última semana a saída de mais dois jogadores. Ricardinho voltou para o Marília, onde era o Rei do Drible, e o azarado Vanderson seguiu para o Juventude, curtir um frio maior ainda no sul. Os próximos da fila são Fabrício e Valnei, que podem ir para o Grêmio.

Saudades?

Quem está no Grêmio é o lateral-esquerda Michel Bastos, que teve passagem fugaz pelo CT do Caju. Dispensado por Mário Sérgio, ele foi para o tricolor gaúcho e se firmou como titular. No sábado, marcou um gol e foi um dos melhores em campo contra o Coritiba.

Apoio a Diego

O goleiro Diego colocou à prova seu prestígio com a torcida rubro-negra. Nos minutos finais do jogo contra o Vitória, ameaçou cobrar algumas faltas, mas foi desencorajado por Levir Culpi. Depois, arriscou uma subida ao ataque em um escanteio. Sua saída proporcionou o terceiro gol ao time baiano. Depois do gol, Diego permaneceu alguns segundos agachado, com olhar distante. A resposta da torcida veio em apoio ao jogador: aplausos pela atitude e gritos de incentivo.

Cheguei a ouvir de alguns que isto seria “mais um ato de marketing”, com o qual o goleiro supostamente visaria apenas insulflar sua imagem, com o que, todavia, não posso concordar. Sei que muitos podem discordar, mas não duvido do amor que Diego jura ao Atlético. Deveras, sempre cobramos que os jogadores tenham “amor à camisa”, coisa e tal, e quando aparece um jogador que se dedica um pouco mais ao Clube, isto é tachado de “marketing”? Para mim, esta desconfiança lembra aquela da mulher que quando recebe presentes ou elogios do marido, vai logo perguntando: “O que foi que você aprontou?”. Ricardo Campelo, colunista da Furacao.com (clique aqui para ler na íntegra)

Ricardinho é fera

Ricardinho, 16 anos, vem impressionando a cada dia. Artilheiro do Campeonato Paranaense Juvenil, o ex-atacante do PSTC foi o melhor em campo na goleada do Atlético sobre a Adap por 5 a 0, na semifinal da competição. Desta vez, não marcou nenhum gol, mas fez jogadas que arrancaram aplausos dos torcedores que foram ao CT do Caju acompanhar a partida. Acompanhando de perto o pupilo estava Ticão, que o descobriu no PSTC e hoje está trabalhando no Atlético.

De olho no craque

Quem também viu o show de Ricardinho foi William, pai do atacante Ilan. Acompanhado de sua esposa, William, que foi técnico do Paraná Clube, gostou da atuação atleticana. Quem sabe foi pegar alguma dica para o filho, que anda em jejum de gols.

Ão, ão, ão, Ilan é Seleção

Esse foi o grito que partiu da Fanáticos depois que parte da torcida atleticana desaprovou os protestos contra Ilan, no sábado. A Fanáticos respondeu com ironia, pedindo a convocação de Ilan para a Seleção. Há alguns anos, a torcida do Flamengo usou o mesmo expediente para brincar com o lateral/meia Fábio Baiano, atualmente no São Caetano.

Unanimidade?

Nem todo mundo deixou a Arena insatisfeito com Ilan. O atleticano Luiz Carlos Lima Vianna defendeu o atacante: “O Ilan, ao meu ver (podem contestar à vontade), jogou uma grande partida, dando inúmeros chutes ao gol e em condições de fazer os gols. Fez jogadas maravilhosas, mas, na hora da conclusão, chutou por cima da meta, jogando a bola quase que para fora do estádio em todas essas oportunidades. Essa deficiência do Ilan (fundamento do chute) tem sido notada de há muito”.

Antes e depois

Antes do jogo, a maior parte da torcida também apostava em Ilan. O atacante venceu a enquete da Furacao.com que perguntava quem deveria jogar ao lado de Dagoberto. Com 42,4% ele ficou à frente de Fernandinho e Adriano. Clique aqui para ver o resultado final da enquete.

Festa apimentada

A festa mais comentada do final de semana foi o aniversário do meia Kleberson em uma casa de shows de Curitiba. O Xaropinho mandou vir o cantor Jorge Aragão para animar a festa. Entre a boleirada, o evento foi o mais concorrido.

Filial catarinense

Há algum tempo, o Figueirense chegou a ser referido como filial do Atlético. Para o time catarinense, o Furacão emprestou William, Marcelinho e Selmir. Na última semana, a imprensa anunciou a criação do Figueira S.A., empresa criada para administrar o futebol do Figueirense e que teria Mario Celso Petraglia como um dos sócios. Rapidamente, a assessoria de imprensa do Atlético negou a informação. A diretoria do alvinegro também desmetiu, dizendo que não se passava de um “mal-entendido”. Clique aqui para saber mais sobre o assunto.

Futuro craque?

O volante Saulo, que veio do Bahia, já está treinando no CT do Caju. Ele entrou na negociação que envolveu a ida de Renna e Selmir para o Tricolor de Aço. Tímido, ele ainda passeia pelo CT espantado com a estrutura atleticana. Ainda com idade para atuar pelos juvenis, Saulo será aproveitado nos juniores e é mais uma aposta dos olheiros atleticanos.



Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…