23 jun 2004 - 12h37

Manchetes atleticanas desta quarta-feira

Morais é acusado de assinar dois contratos
Após ter sido emprestado à Portuguesa Santista pelo Vasco da Gama, no início do ano, Morais rescindiu o acordo unilateralmente alegando atraso de salário e falta de depósito do fundo de garantia. Entrou na Justiça, onde ganhou uma liminar, pedindo seus direitos federativos e assinou um pré-contrato com o Cruzeiro. [Leia mais].

 

Ilan fala de novo em sair
“É complicado lidar com a torcida. Eu prefiro perder gols do que não criar. Isso é extramamente comum na vida de um atacante. Ora você faz três gols, ora não marca. Há duas rodadas, nós éramos os melhores do mundo, agora, com duas derrotas seguidas, somos os piores”, desabafa. [Leia mais].

 

Morais pode ser suspenso pelo STJD
Por ter assinado dois contratos de trabalho, o primeiro com o Cruzeiro, dia 14 de maio, e o segundo com o Atlético-PR, dia 18 de maio, o meia Morais foi denunciado ao STJD pelo departamento de registro da CBF. [Leia mais].

 

Dois contratos e time nenhum
Uma notícia que circulou pelos corredores da CBF ontem, no Rio de Janeiro, caiu como uma bomba no Atlético. O meia Morais foi denunciado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) sob acusação de ter assinado dois contratos primeiro com Cruzeiro e depois com o Furacão e pode ficar fora dos gramados por até um ano. [Leia mais].

 

Atlético pode ter retorno de Adriano
O Atlético deve ter novidades para o jogo contra o Atlético Mineiro, no próximo domingo. O meia Adriano afirmou que já está recuperado de lesão e o atacante Washington foi absolvido no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). [Leia mais].

 

Craque do Atlético com a vida enrolada
O meia-cancha Morais, contratado junto ao Vasco da Gama e que estava sendo considerado uma das grandes promessas do clube da Baixada para esta temporada, está com a vida enrolada. O jogador poderá ficar de 120 a 360 dias na geladeira. [Leia mais].

 


Últimas Notícias