3 jul 2004 - 19h08

Culpi destaca atuação defensiva do Atlético

Após a vitória contra o Atlético Mineiro, o Furacão teve uma semana tranqüila no CT do Caju. Pronto para iniciar uma maratona de nove partidas em julho, o técnico Levir Culpi pôde escolher com calma os 11 jogadores que entraram em campo na tarde de hoje. Em especial, a escolha do substituto do lateral Raulen, suspenso após tomar o terceiro cartão amarelo. Fez suspense e só divulgou a equipe titular minutos antes da partida, promovendo a entrada do volante Pingo, que jogou improvisado na ala direita.

Assistindo ao ótimo entrosamento do quarteto Fernandinho-Jadson-Ilan-Washington, o técnico Levir Culpi viu a equipe se estruturar rapidamente em campo, abrindo a goleada logo aos 12 minutos, com o artilheiro Washington. Além disso, ele gostou da evolução defensiva da equipe.

Confira os principais trechos da coletiva:

JOGOS
“Nosso time melhorou muito a concentração defensiva. Todos os jogos são muito difíceis, não tem nenhum jogo fácil. Ninguém consegue manter uma pressão durante os 90 minutos neste Campeonato Brasileiro. Não há time nenhum com esta capacidade. E hoje, de modo geral, o Atlético acabou se encaixando neste aspecto”.

ILAN E WASHINGTON
“Eles sempre jogam muito bem, seja com duas ou três alterações na equipe ou durante o jogo. O importante é que o Ilan, o Washington e o Dagoberto pertencem ao Atlético e serão utilizados de acordo com as estratégias e as necessidades. São jogadores de ótima qualidade, mas tudo é uma questão de opção tática”.

CARTÕES E SUBSTITUIÇÕES
“Eu costumo sempre analisar o fator dos cartões dos nossos jogadores. Nós da comissão técnica precisamos ter um controle dos cartões, mesmo porque sempre há muitos jogadores pendurados. Mas tem a parte tática também, sobre as substituições. O Ivan é um excelente jogador que parte para o ataque muito bem. Já o William tem um ótimo ritmo de jogo e hoje puxou o nosso terceiro gol. As substituições fazem parte das estratégias, dos estudos e da análise dos cartões. Às vezes tem um que não está muito bem na partida, na parte técnica e a gente tem que substituir. É uma constante na formação do atleta”.

PINGO
“Ele foi muito tranqüilo hoje, teve uma ótima atuação. Às vezes a gente tem que dar um desconto pro jogador porque ele estava meio sem ritmo de jogo. Mas ele é muito habilidoso, bastante calmo, joga de cabeça erguida e hoje teve muita tranqüilidade, perdeu um gol de cabeça, fez ótimos passes e cruzamentos. Mas é aquela história, aos poucos ele vai se adaptando. O bom é que ele faz parte do nosso elenco e nos será muito útil”.

PRÓXIMAS PARTIDAS
“O que não pode faltar agora é a concentração. Não a concentração que você coloca todo mundo em um hotel, e sim, estar focado dentro da competição. Serão oito jogos que vão passar muito rápido, e todo mundo precisa estar estudando intensamente cada adversário. Amanhã todo mundo tem que estar ligado no jogo do Paraná Clube. Não podemos perder o foco, tem que saber aproveitar tudo”.



Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…