3 jul 2004 - 11h44

Manchetes atleticanas deste sábado

Atlético faz hoje 1.ª da seqüência caseira
O Atlético inicia hoje a sua maratona de nove partidas em julho de olho na ponta do campeonato brasileiro. São apenas quatro pontos de diferença para o líder Figueirense e, se o fator Arena voltar a pesar a favor do rubro-negro, são grandes as chances de o time da Baixada voltar a ser o número um da competição. [Leia mais].

 

“Quero ajudar o Ilan”
“Eu peço para que a torcida compreenda o Ilan, que é um cara que nos ajuda muito. Quando eu voltei a jogar contra o Paraná, (pelo Campeonato Paranaense) ele me ajudou muito. Se eu tiver a oportunidade de retribuir, vou fazer de tudo para ajudar o Ilan a espantar essa nuvem negra”, discursa o centroavante. [Leia mais].

 

Atlético-PR recebe Juventude na Arena
Ao todo serão nove jogos disputados nesse período. Para o técnico Levir Culpi, é a chance do time subir na tabela do Campeonato Brasileiro e entrar de vez na disputa pelo título. Entretanto, o Furacão tem aproveitamento melhor, até agora, fora do que dentro de casa. [Leia mais].

 

Amor e ódio sob os olhos da torcida
Para conseguir os três pontos e os gols da vitória, o técnico Levir Culpi aposta no ataque formado por Washington e Ilan, que substitui Dagoberto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Entrosamento não falta para a dupla, que já atuou junta no Paraná Clube em 1999. Se a situação técnica e tática não é novidade para os dois, o momento vivido pelos jogadores é. [Leia mais].

 

Furacão quer voltar a vencer na Baixada
O Atlético pode provar que consegue ser tão eficiente frente à torcida como é fora de casa. O aproveitamento do Furacão é ligeiramente maior jogando fora de seus domínios 55% contra 45% mas o técnico Levir Culpi quer contrariar essa estatística na partida de hoje, contra o Juventude, na Arena da Baixada. [Leia mais].

 

Atlético-PR joga desfalcado
Também suspenso, o atacante Dagoberto desfalca o Atlético-PR. Ele deve ser substituído por Ilan. O time provável para a partida é: Diego; Marinho, Fabiano e Rogério Corrêa; Pingo, Bruno Lança, Fernandinho, Jádson e Marcão; Ilan e Washington. [Leia mais].

 

Atlético, de olho na liderança, pega o Juventude
A tendência é de que o esquema 3-5-2 seja mantido, embora Levir tenha testado o 4-4-2 na segunda parte do treinamento, sacando o zagueiro Rogério Corrêa para a entrada do meia Adriano. “Prefiro o esquema com três zagueiros porque me dá mais liberdade para jogar do meio para frente. Todos nós sabemos o que têm que ser feito para conquistarmos mais três pontos”, frisou Pingo. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…