10 jul 2004 - 21h21

Torcida gritou o nome do atacante Ilan

Amor e ódio. Essa é a relação que o atacante Ilan vive com a torcida do Atlético. Já foi assim com Kléber, a quem Ilan substituiu no comando do ataque a partir de 2002. O ex-atacante rubro-negro era amado por uns, odiado por outros. Vivia momentos de ídolo, mas de também de carrasco.

Além de substituir Kléber no comando do ataque atleticano, Ilan parece ter herdado também a mesma relação conflituosa com a torcida. Depois de ser recebido como ídolo, passou a sofrer constantes críticas e vaias neste ano em razão da má fase e de vários lances desperdiçados.

Na noite deste sábado, contra o Palmeiras, Ilan ouviu seu nome gritado pela torcida mais uma vez. A Fanáticos puxou o coro, pedindo a entrada do jogador no segundo tempo da partida, na esperança de que ele pudesse dar a vitória ao Atlético. Ele entrou no lugar de Washington, que também saiu aplaudido, mas teve menos de dez minutos para jogar.



Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…