12 jul 2004 - 14h59

Quarta edição do Boletim circulou hoje

A quarta edição do Boletim Furacao.com circulou nesta segunda-feira. O Boletim é um informativo criado com o objetivo de informar os torcedores atleticanos dos principais acontecimentos relacionados ao clube e ao futebol brasileiro de modo geral.

O enfoque é nas notícias mais relevantes (como resultados, contratações etc.) e em acontecimentos dos bastidores, pouco divulgados pela imprensa. Assim, pretende-se atingir tanto aqueles torcedores que têm pouco tempo durante a semana para conferir as últimas notícias quanto os que acessam o site todos os dias, já que o Boletim divulga também notas exclusivas.

O Boletim Furacao.com circula às segundas-feiras e é gratuito. Para passar a recebê-lo, basta cadastrar seu e-mail no nosso banco de dados. Clique aqui para saber mais e veja um trecho da edição desta segunda:

Boletim Furacao.com – Segunda-feira, 12 de julho de 2004 – Edição nº 4

“Matematicamente o empate é ruim, mas precisamos manter o equilíbrio. Quem se desespera acaba tendo problemas.”
Levir Culpi

Diga que fico

O atacante Washington recusou mais uma proposta para deixar o Atlético. Depois de ser procurado por um clube português, o Coração Valente voltou a ser sondado pelo Corinthians. Disse não e reafirmou o compromisso de permanecer no Furacão até o final do Brasileiro. Porém, o aumento do assédio é importante indicativo de que será muito difícil garantir a renovação do contrato do atacante para o próximo ano. Certamente, motivo para preocupação dos torcedores.

Sem inspiração

Os atleticanos sabem que a força da atual equipe está na qualidade de seus jogadores ofensivos. Fernandinho, Jadson, Adriano, Dagoberto, Washington e Ilan fazem inveja a qualquer tim e brasileiro. Os seis participaram – ainda que não ao mesmo tempo – dos jogos contra Paraná e Palmeiras e foram muito mal. Desse jeito, fica difícil. Essa foi a opinião do colunista Silvio Rauth Filho, que analisou o empate contra o Palmeiras:

“Nossos três jogadores com maior capacidade de decisão – Jadson, Washington e Dagoberto – estavam em um dia ruim. Erraram passes e dribles. Em diversos lances, até tropeçaram na bola. Se um deles tivesse jogado 50% do que sabe, o Furacão teria vencido.” – Silvio Rauth Filho (clique aqui para ler a análise do jogo)



Últimas Notícias