16 jul 2004 - 11h12

Manchetes atleticanas desta sexta-feira

Levir ainda não definiu o esquema de jogo
“Você analisa a melhor característica do elenco e escolhe o que é melhor para o time”, se esquiva Levir. De acordo com ele, assim, o time pode jogar com qualquer sistema. “Pode ser o 4-5-1 ou qualquer outro. O que eu procuro é o equilíbrio. Dá para jogar sim com três atacantes, mas temos que ver muito bem como é que vai ficar”, pondera. [Leia mais].

 

Forasteiro, Atlético vê “paredão”
Os responsáveis por tal aproveitamento positivo apontam a força de conjunto como motivo da performance. “É a marcação que toda a equipe vem fazendo. Tanto o ataque quanto o meio estão nos ajudando bastante. A nossa tática tem sido segurar um pouquinho, não se expondo, e depois aproveitar os contragolpes”, explica Marinho. [Leia mais].

 

Levir deve fazer duas mudanças no Atlético-PR
– O importante é o time ter equilíbrio. Dá para utilizar tranqüilamente três atacantes, se nós marcarmos bem como marcamos nesse último jogo. Tudo é uma questão de estratégia, de estudar o adversário – afirmou Levir, que vai tentar neutralizar as ações táticas do Colorado gaúcho. [Leia mais].

 

Estratégia do Inter decidirá a escalação do Atlético
“É uma questão de estratégia. Vou estudar o Inter antes de definir”, avisou. “É muito importante conhecer o adversário, quem bate as bolas paradas, quem é o armador, onde está a força e a deficiência do time”, explicou. [Leia mais].

 

Levir esconde o jogo e não define equipe do Atlético
A intensa chuva que caiu ontem na Capital atrapalhou os treinos táticos e a equipe fez apenas trabalhos leves. Culpi define o time na tarde de hoje e, além de decidir entre Ilan e Jádson no meio-de-campo, o treinador vai avaliar quem será o substituto do volante Fabiano, suspenso com o terceiro cartão amarelo. O meia Adriano se apresentou ontem ao Cruzeiro. [Leia mais].

 

Washington afirma que o Atlético é um dos favoritos
E o fato de querer se tornar o artilheiro do Nacional não é a única ambição do atacante para este ano. Segundo o jogador, o Furacão é um dos favoritos ao título e não poupará armas para conquistar seus objetivos. “Colocamos na cabeça que seremos campeões e vamos buscar isso. Não temos limite para alcançar o que queremos”, afirmou o atacante. [Leia mais].

 

Já tem gente apostando no título, na Baixada
O jogador acredita que não será fácil continuar na briga pela artilharia. “É difícil manter essa média de gols que estou tendo. Mas espero até o final do ano continuar assim”, disse. Washington revelou que não há limite para a conquista do título. “Colocamos na cabeça que seremos campeões e vamos em busca disso. Não temos limite para alcançar o que queremos”, afirmou. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…