24 jul 2004 - 20h27

Criciúma abusou das faltas

O Criciúma adotou uma tática para parar os habilidosos jogadores do Atlético. O time dirigido por Vágner Benazzi cometeu diversas faltas, parando as jogadas ofensivas do Atlético. Os mais caçados foram Jadson e Dagoberto. O artilheiro Washington foi derrubado duas vezes na área, mas o árbitro não marcou pênalti.

A postura faltosa do Tigre repercutiu na quantidade de cartões amarelos. Seis jogadores foram advertidos pela arbitragem, ainda que o goleiro Fabiano tenha recebido o amarelo por demora na resposição de bola e não por jogo violento. Por outro lado, nenhum atleticano recebeu cartão amarelo.

Após o final do jogo, o técnico Levir Culpi reclamou do fato de o árbitro Álvaro Quelhas não ter expulsado o lateral-direita Alex, que já tinha cartão amarelo e colocou a mão na bola na etapa final.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……