27 jul 2004 - 0h28

Dinda era atacante no começo da carreira

O jogador Dinda, contratado pelo Atlético nesta segunda-feira, iniciou sua carreira como atacante. Ele foi apresentado nesta segunda-feira como volante. Na última temporada, Dinda vestiu a camisa 5 do Marítimo e, em anos anteriores, também já jogou com a 8. Em Portugal, ele jogou tanto como meia ofensivo quanto como volante.

Apesar disso, no início de sua carreira ele era centroavante goleador. Dinda foi descoberto pelo empresário Cadmo Barros, que também revelou bons valores como Josué, Araújo e Nildo, entre outros. “Em 1991, trouxe o atacante Dinda para o Náutico. Mas no ano seguinte, ele não teve o contrato renovado com o Náutico e eu o levei para o Sport”, relembrou Barros em recente entrevista ao Jornal do Commercio, de Recife.

No Campeonato Pernambucano de 1992, Dinda marcou 17 gols pelo Sport e foi um dos maiores goleadores da competição, atrás de Nivaldo, do Náutico, que fez 23. No jogo do título, o Sport derrotou o Náutico por 1 a 0 com gol de Dinda, que formava o ataque ao lado de Hélio e Moura (na época, os clubes jogavam no esquema 4-3-3).

Análise

Apesar de ter deixado o futebol pernambucano há mais de uma década, Dinda ainda é lembrado pelos torcedores do Sport. “Na época, ele tinha muito vigor físico e velocidade. Hoje eu não sei como ele está”, informa Felipe Gomes, um dos responsáveis pelo site SportNet.

Depois de trocar o futebol brasileiro pelo português, Dinda foi gradativamente recuando de posição, até se fixar como meio-campista. No Marítimo, Dinda jogou ao lado do goleiro Marcos, que iniciou sua carreira no Paraná Clube.



Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…