7 ago 2004 - 16h48

Atacante viveu relação conturbada com torcida

Ilan Araújo Dall’Igna não é um jogador comum. Surgido nas fileiras do Paraná Clube, este curitibano de quase 24 anos despertou atenção logo em seu primeiro jogo como profissional. Em um clássico contra o Coritiba, marcou 4 gols e se tornou a maior aposta do tricolor da Vila Capanema.

Caracterizou-se pelos lindos gols e foi negociado com o São Paulo. Em 2001, o Atlético conseguiu sua contratação e Ilan desde logo caiu nos braços da torcida. Suas declarações de que estava realizando um sonho ao vestir a camisa rubro-negra ajudaram para elevar seu prestígio com a galera. Além disso, boas atuações lhe valeram o respeito de todos.

Viveu um período difícil em 2002 graças a uma grave contusão, mas estourou em 2003. Foi nesta temporada que ele viveu sua fase de maior destaque. Chegou a liderar a artilharia do Brasileirão e foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira. Marcou golaços com a camisa rubro-negra e encantou em jogos históricos na Baixada, como nas partidas em que marcou 3 gols contra Corinthians e Flamengo.

Porém, Ilan atravessou também um período difícil. Viveu um período de longo jejum de gols e o Atlético caiu na tabela. Começou a ouvir as primeiras críticas da torcida. Sua resposta não foi em campo. O atacante disparou contra os torcedores e a polêmica aumentou. A relação de amor e ódio continuou por todo o ano de 2004.

Em alguns jogos, Ilan chegou a ser vaiado antes mesmo de entrar em campo. Em outros, ouviu críticas da torcida organizada, mas recebeu apoio de outra parte da torcida. Por fim, houve também partidas em que o estádio inteiro o ovacionou. Sua polêmica relação com a torcida pode ser constatada nas notícias da Furacao.com desde o início do ano passado.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…