7 set 2004 - 17h39

Para atleticanos, jogo não é "a decisão"

Um jogo diferenciado. É assim que os jogadores do Atlético estão encarando a partida de amanhã, contra o Santos, na Vila Belmiro. Porém, todo o grupo é unânime em afirmar que a partida não pode ser encarada como “a decisão” do Campeonato Brasileiro.

“Não é a decisão. Decisão é quando você decide alguma coisa. Teremos ainda outras 17 partidas no campeonato, que temos que encarar com o mesmo espírito. É uma partida que vai definir a liderança momentânea da competição, não a decisão do campeonato”, afirmou o técnico Levir Culpi.

Opinião semelhante tem o presidente do Conselho Gestor do clube. Em entrevista à Gazeta do Povo, Fleury disse que “a partida mais importante do Atlético é sempre a próxima. Mesmo que gente ganhe, não seremos campeões brasileiros. É o mesmo caso de vitória do Santos”, disse.

Mesmo entendendo que a partida não é decisiva, os jogadores sabem da importância de se conquistar a vitória lá em Santos. “É um jogo diferenciado. Quem vencer abre três pontos de vantagem, o que é uma grande diferença num campeonato tão disputado”, disse Marcão. “A partida é importantíssima, mas o campeonato é longo e tem muita água para rolar debaixo dessa ponte”, completou o volante Pingo.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…