17 set 2004 - 13h57

Adauto: ídolo e exemplo na Europa

Além de fazer bonito dentro de campo, com gols e títulos de melhor jogador nas temporadas de 2002 e 2003, Adauto agora está engajado numa campanha da República Tcheca contra o rascismo. Quando chegou ao país, Adauto sofreu com o preconceito racial. Mesmo com a difícil adaptação, o atacante fez das dificuldades uma motivação para conquistar torcedores e dirigentes do Slavia Praga.

A gota d’água, porém, aconteceu em uma partida contra o maior rival do Slavia, o Sparta Praga. Quando Adauto recebia a bola, a torcida adversária imitava sons de macaco. O tumulto foi tanto que o árbitro paralisou a partida e os dirigentes do Sparta tiveram que agir e pedir para a torcida que parasse com tamanha covardia. O caso foi parar na UEFA e o clube foi punido.

Adauto recebeu apoio psicológico mas disse que apenas parte do povo tcheco o estava ofendendo e que a República Tcheca possuía um povo bastante educado e acolhedor. A entrevista fez com que o jogador ganhasse carinho da população.

Ídolo nacional

Depois do episódio, Adauto foi convidado pelo Governo e Federação Tcheca para representar o país em uma campanha publicitária contra o racismo.

"Estava saindo do treino e vi o presidente da Federação Tcheca, Jan Obst, e o primeiro ministro, Standly Gross, chegaram até mim e perguntaram se eu gostaria de representar o país numa campanha nacional contra o racismo. Topei na hora", conta orgulhoso o brasileiro, que ainda foi eleito um dos dez homens mais cobiçados entre as mulheres Tchecas.

A campanha foi lançada nesta quarta-feira, 15 de setembro. A cerimonia foi prestigiada pelo mais alto escalão do governo, representantes de entidades européias contra o racismo e presença maciça da imprensa do país. Para os representantes Tchecos, Adauto é um exemplo de sucesso e superação a ser seguido nesse problema que toma conta de diversos países no mundo. O governo também está negociando com a Uefa a possibilidade da campanha entrar em outros países através da entidade.

[Reportagem: Julia Abdul-Hak e Equipe Furacao.com]



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…