4 out 2004 - 13h02

Ex-jogador do Atlético é assassinado no Rio

O jogador Renato Cleonício dos Santos Silva, de 28 anos, faleceu hoje às 5h no Hospital Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro. Ele e sua acompanhante Silvana Leal Buriti, de 27, foram baleados na noite deste domingo durante tentativa de assalto na Avenida Brasil, na altura da Favela da Carobinha. Silvana sofreu esocoriamentos leves e passa bem.

Segundo testemunhas, o Mitsubishi Pajero do atleta, que jogava na Suíça, foi perseguido pelos bandidos que atiravam sem parar. Cleonício foi atingido por três tiros, um deles na cabeça. Mesmo depois de baleado, ele continuou guiando o carro, que acabou perdendo o rumo e terminou pendurado em uma ponte.

No Atlético

Cleonício atuou pelo Atlético em 1998, com o nome de Renato. Na época, ele foi protagonista de uma polêmica acerca da existência de duas certidões de nascimento. Meses antes de chegar ao Atlético, ele atuou pelo Foz, registrado sob o nome Renato Albuquerque de Lima e com data de nascimento em 1979 (e não 1976).

O volante se destacou na conquista do título paranaense de 1998, mas antes mesmo do final da competição, o próprio clube anunciou o fato assim que descoberto. O jogador foi punido com o pagamento de 100 cestas básicas e a prestação de serviços assistenciais. Além disso, conseguiu judicialmente o direito de acrescentar o prenome Renato em seu registro de identidade.

Renato teve a honra de participar do primeiro jogo da Arena da Baixada. Naquele jogo, foi substituído no segundo tempo pelo artilheiro Kléber. Depois, teve uma passagem pelo Botafogo e há algumas temporadas havia se transferido para o FC Zürich, da Suíça.

A equipe da Furacao.com e toda a torcida atleticana sentem muito a perda de forma brutal de um dos jogadores que colaboraram para o crescimento do clube.

Com informações de O Globo e O Dia



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…