31 out 2004 - 17h25

Famílias de jogadores formaram a torcida

"O Atlético jogou fora de casa com a família do Rogério Corrêa e do Washington que vieram aqui e mais alguns amigos torcedores que estão por aqui". Com essa frase, o técnico Levir Culpi explicou quem constituiu a torcida atleticana no jogo de sábado à noite contra o Internacional, em Goiânia.

Antes da partida, havia a expectativa de que o público fosse um fracasso. Apesar disso, mais de 1.500 torcedores foram ao Estádio Serra Dourada, um número bom diante das circunstâncias. Mesmo assim, a maior parte da torcida era mesmo de familiares do zagueiro Rogério Corrêa e de Washington.

Os parentes do artilheiro, que foram de Brasília a Goiânia especialmente para ver o jogo, eram os mais empolgados e levaram até faixas. "Minha família é um pouco mais discreta que a do Washington, mas o importante é a torcida. Agora eles vão ficar torcendo de longe", disse Rogério, explicando o apoio que o Atlético recebeu durante o jogo.



Últimas Notícias