17 nov 2004 - 17h19

Jogadores querem blindagem contra polêmicas

Desde que assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, o Atlético passou a ser alvo de uma série de boatos, notícias infundadas, acusações e polêmicas. A lista é longa e não é necessário lembrar dos eventos que já foram criados para tentar desestabilizar o clube.

A última versão dos ataques surgiu sob forma de polêmicas. Primeiro foi o tumulto causado pela imprensa paulista com base em declarações do técnico Levir Culpi. Com distorções dos sentidos das frases do treinador, procuraram gerar uma disputa com jogadores do Santos.

Agora é a vez de parte da imprensa paranaense insistir na versão de que o Coritiba estaria disposto a entregar o jogo para o Santos a fim de prejudicar o Atlético. Depois da reapresentação do elenco atleticano, os jogadores foram insistentemente procurados para tecer comentários sobre o assunto.

Quem deu o recado do elenco foi o zagueiro Rogério Corrêa. "Nós conversamos e resolvemos que não vamos tratar mais desse assunto durante a semana. Só depende de nós a manutenção da liderança", afirmou ele, lembrando que o Atlético não depende exclusivamente do resultado desse jogo para conquistar o título.



Últimas Notícias