25 nov 2004 - 14h17

Conheça o médico que operou Dagoberto

Freddie Fu, o médico que operou Dagoberto no início desta semana, foi escolhido pela diretoria do Atlético e pelos empresários do jogador a partir de diversos nomes sugeridos pelo fisioterapeuta Nivaldo Baldo. O nome mais cotado era o do renomado James Andrews, mas ele não poderia realizar a cirurgia tão cedo em função da agenda lotada. Diante disso, foi contratado o médico Freddie Fu, nascido em Hong Kong e diretor do departamento de cirurgia ortopédica do University of Pittsburgh Medical Center.

Assim como Andrews, Fu também já operou diversos craques dos mais variados esportes. "Quando eu me especializei em medicina esportiva, eu pensei que seria legal operar algumas estrelas do esporte", conta o médico, de 53 anos. Atualmente, ele responde pelo departamento médico dos times Pittsburgh Steelers (futebol americano) e Pittsburgh Penguins (hóquei).

Além disso, ele é tão entusiasta do esporte que patrocina desde 1998 um time de ciclismo que leva o seu nome (Team Freddie Fu). Dentre a lista dos famosos operados pelo Dr. Fu estão Mario Lemieux (maior jogador de hóquei de todos os tempos), Dan Marino (jogador de futebol americano) e Kathleen Turner (atriz).

Fu e Thiele

O médico que operou Dagoberto e o médico-chefe do departamento médico atleticano se conhecem pessoalmente.

Há menos de quatro meses, Freddie Fu esteve no Brasil para participar do 2° Congresso Brasileiro de Traumatologia do Esporte, em São Paulo. O médico atleticano Edilson Thiele foi um dos organizadores do evento, ao lado do paulista Moisés Cohen e do médico da Seleção José Luiz Runco.

Thiele falou sobre Tratamento das Lesões Musculares e Tendinopatias no Esporte. Já as palestras de Fu versaram sobre "Current Techniques in ACL Surgery" (Técnicas atuais nas cirurgias de ligamento cruzado anterior) e "Tissue Engineering in Orthopaedic Sports Medicine" (Engenharia dos tecidos na medicina esportiva ortopédica).



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…