8 jan 2005 - 15h36

Praia, calor e Furacão

Uma tarde de sol em Caiobá combina com água de coco, cerveja, praia e mar. Para os torcedores do Atlético o programa escolhido não foi nenhuma das opções e sim enfrentar uma fila para conseguir dois autógrafos: um do zagueiro Marcão e outro do habilidoso meio-campista Jadson. Os jogadores estiveram na arena montada pelo clube atendendo aos fãs e, em pouco mais de uma hora, distribuíram centenas de lembranças.

O projeto faz parte da estratégia do Atlético em firmar a marca do clube entre os torcedores e, ao mesmo tempo, revelar novos talentos. Para a temporada de verão foram deslocados de Curitiba oito profissionais – 2 coordenadores e seis monitores. Eles estão atendendo crianças a partir dos 5 anos de idade. "Nós esperamos a presença de mais 3 mil pessoas nestes dias em que estaremos por aqui", afirmou Pablo Miranda, do marketing Rubro-negro. A estrutura montada é em parceria com a empresa de telefonia Claro e fica até o fim da próxima semana em Matinhos, na Praia Brava de Caiobá, e depois segue para Guaratuba.


Pablo Miranda é um dos organizadores da arena montada no litoral

Ainda de férias

O compromisso de Marcão não atrapalhou nem um pouco as férias do jogador. Desde dia 30 em Caiobá, o zagueiro disse que se desligou do mundo da bola nos primeiros dias de 2005. "Eu passei o ano novo aqui na praia e entrei de férias para valer. Vi pouca coisa do time e só agora estou procurando informações". Marcão, aliás, vem se dedicando a um outro esporte: o futevôlei. "Eu quero voltar para Curitiba com um pouco mais de habilidade. Algo comparado ao Jadson", respondeu aos risos.

A dificuldade de Marcão no futevôlei é narrada pelo colunista da Furacao.com, Ricardo Campelo. "Nos primeiros dias o pessoal judiou dele, mas depois o Marcão foi pegando as manhas e surpreendeu", conta Campelo, que também está em Caiobá e pratica – ou tenta – o futevôlei na areia da praia.


De férias, Marcão trocou a zaga pelo futevôlei

Quem teve que descer a serra só para distribuir autógrafos, foi Jadson. Após as festas de fim de ano em Londrina, o meio-campo voltou para Curitiba com a mãe e as irmãs. Ele conta que também sabe de pouca coisa do time para 2005. "Eu estou sossegado, descansando bastante e só na hora de voltar é que eu vou me inteirar dos assuntos", disse o craque, sob o sol forte do litoral paranaense.


Jadson está tranqüilo e quer aproveitar as férias sem informações do futebol

Marcão, Jadson e o restante dos titulares que conquistaram o vice-campeonato brasileiro, retornam às atividades no dia 17 de janeiro, no Centro de Treinamentos do Caju, visando a Libertadores da América. Enquanto eles descansam, o time que estréia no Campeonato Paranaense no dia 19, contra o Império do Futebol, continua a preparação sob o comando do técnico Lio Evaristo.

Reportagem: Sérgio Tavares Filho



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…