29 jan 2005 - 15h59

Deu pro gasto

A estréia do técnico Casemiro Mior no comando do Atlético não foi brilhante, mas serviu para o Rubro-negro conquistar mais três pontos no Campeonato Paranaense. O Atlético abriu o placar logo aos três minutos. William se deslocou para a ala esquerda e cruzou na cabeça de Denis Marques. O atacante cabeceou com estilo e fez o primeiro gol dele no Estadual. Depois disso, o jogo esfriou bastante. O time recuou, mas mesmo assim o Iraty não chegou a assustar o goleiro Diego.

Atuando no contra-ataque, o Atlético fez mais um no primeiro tempo. No escanteio cobrado por William, Jorge Henrique tentou desviar mas foi Edson, contra, quem fez. Apesar disso o gol foi registrado para William. Com dois a zero no placar, o Furacão foi cauteloso, tocou a bola e esperou o apito de intervalo do árbitro Evandro Rogério Roman.

Ritmo fraco no final

No segundo tempo o técnico Casemiro Mior promoveu três alterações. Saíram Fabrício, Cocito e Badé para as entradas de Ticão, Bruno Lança e Durval, respectivamente. E quem mais se destacou foi Ticão, que conseguiu ajeitar o meio-campo atleticano e fez bons passes para os alas e atacantes.

Só que mesmo com as substituições, o Rubro-negro não conseguiu alterar o placar. A única chance real foi aos 42 minutos com Denis Marques. Jorge Henrique fez uma boa jogada e deixou o atacante na cara do goleiro iratienese. Só que Denis não foi feliz na conclusão e acabou chutando para fora.

O próximo jogo do Atlético é contra o Londrina, no sábado que vem, no Estádio VGD, no interior do Estado.

Atlético x Iraty lance a lance

Primeiro tempo
03′ – Gol do Atlético. William cruzou e Denis Marques fez de cabeça.
06′ – Renaldo bateu falta e Diego espalmou para escanteio.
13′ – Badé bruzou e Netinho perdeu uma chance dentro da pequena área.
20′ – Cartão amarelo para Wesley.
27′ – Fabrício cobrou falta com perigo. A bola passou perto do gol do Iraty.
31′ – William bateu escanteio e Edson Borges fez contra. Mesmo assim, o gol foi registrado para William.
35′ – Fabrício fez bom lançamento e Jorge Henrique concluiu fraco.
37′ – Renaldo bateu forte a falta e Diego espalmou bem.
46′ – Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
Intervalo – Substituição no Iraty: entra Mateus e sai Cambará.
2′ – Renaldo, de novo, cobrou falta com perigo. Diego segurou bem.
7′ – Substituição no Atlético: entra Ticão e sai Fabrício.
9′ – Mateus entrou livre e chutou para fora a chance do Iraty diminuir.
12′ – Substituição no Iraty: entra Luciano e sai Giancarlo.
14′ – Cartão amarelo para Alexandre.
17′ – Substituição no Atlético: entra Bruno Lança e sai Cocito.
18′ – William cruzou e Netinho quase fez de cabeça.
22′ – Substituição no Iraty: entra Douglas e sai Alexandre.
29′ – Substituição no Atlético: entra Durval e sai Badé.
39′ – Cartão amarelo para Netinho.
42′ – Boa jogada do Atlético e Denis Marques perdeu um gol feito.
46′ – Cartão amarelo para Bruno Lança.
47′ – Fim de jogo.

Saiba mais sobre o jogo:
29/01/2005 – "Marcação será individual", diz Rogério
29/01/2005 – Rodrigo Souto assistiu ao jogo na Arena
29/01/2005 – Marcão voltou a atuar como lateral
29/01/2005 – Gílson Kleina elogiou eficiência atleticana
29/01/2005 – Atlético retoma a liderança do grupo B
29/01/2005 – Cocito saiu de campo aplaudido
29/01/2005 – Cocito reestréia após 2 anos longe da Baixada
29/01/2005 – William participou dos dois gols

4ª rodada – Paranaense – (29/01/05) – Atlético 2 x 0 Iraty
L: Arena da Baixada; H: 16h; A: Evandro Rogério Roman (PR); CA: Wesley (20′), Alexandre (59′), Netinho (84′) e Bruno Lança (90+1′); P: 3.386; R: R$ 37.076,00; G: Denis Marques, aos 3, e William, aos 31 do 1°.

ATLÉTICO: Diego; William, Rogério Corrêa, Marcão e Badé (Durval 74′); Alan Bahia, Cocito (Bruno Lança 62′), Netinho e Fabrício (Ticão 52′); Denis Marques e Jorge Henrique. T: Casemiro Mior.

IRATY: Émerson; Renaldo, Edson Borges, Fabiano e Wesley; Emanuel, Nílson, Cambará (Mateus int) e Élton; Giancarlo (Luciano 57′) e Alexandre (Douglas 67′). T: Gílson Kleina.



Últimas Notícias

Notícias

Valeu, menino Rony!

Os olhos marejados não me deixavam apreciar o momento. A explosão em uma das maiores conquistas que já vivi, me faziam apenas ouvir um nome:…