14 fev 2005 - 23h56

Estréia com prêmio

Diego; Fernandinho, Marinho, Rogério Corrêa, Marcão e Ivan (Morais); Fabiano (Pingo), Alan Bahia e Jadson; Washington e Denis Marques. Não torcedor. Não vai ser esse o time que entra em campo às 21h45 contra o Independiente Medellín, na Colômbia. Os treze jogadores acima relacionados atuaram na última partida do Atlético pelo Campeonato Brasileiro, no dia 19 de dezembro, contra o Botafogo. De lá pra cá muita coisa mudou na Baixada. Marinho, Rogério Corrêa, Ivan, Fabiano, Pingo, Jadson e Washington não fazem mais parte do elenco paranaense. De quebra o técnico Levir Culpi também foi embora.

Para suprir tanta gente importante, o Atlético apostou nas revelações Ticão e Evandro, repatriou Cocito e Fabrício e foi buscar várias caras até então desconhecidas: Jairo, Maciel, Rodrigo Souto, Jancarlos, Danilo, Jorge Henrique… Outro que também chegou sem muito alarde foi o técnico Casemiro Mior. Ex-jogador do Grêmio, tem experiência na Libertadores porque atuou como lateral no começo da década de 80. Mior estava em Portugal dirigindo o Nacional da Ilha da Madeira.


Marcão é um dos poucos remanescentes de 2004 – Foto: Assessoria de Imprensa do Atlético.

"Não estamos nem debutando, como em 2000, e muito menos indo com toda a euforia de 2002. Pé no chão, apostando no trabalho, no talento e na raça, ingredientes que juntos podem sim transformar o Furacão da Baixada no Furacão das Américas. O time é formado por jovens valores, mas que de forma alguma podem ser taxados de inexperientes", afirmou a colunista Patricia Bahr. Quem também compartilha do mesmo pensamento, é o editor e também colunista Sérgio Tavares Filho. "Terceira participação na Copa Libertadores da América em cinco anos. O Atlético entrou de vez no cenário esportivo do nosso continente. Fizemos uma excelente campanha na estréia e deixamos muito a desejar em 2002. Agora, nesta temporada, acredito que os erros foram assimilados e apesar de não termos mais Washington, Jadson, Fabiano, Marinho e Rogério Corrêa, vamos fazer bonito."

Só que a animação da nossa equipe na Libertadores não é total. O editor Cleverson Freitas e o colunista Ricardo Campelo acham que o time vai ter muito o que provar ao torcedor. "Ao contrário da euforia das duas primeiras participações, este ano a maior parte dos atleticanos está bastante preocupado com a performance do time nos gramados colombianos e paraguaios. Isso se deve, principalmente, pelá péssima campanha em 2002 e que acendeu o sinal de alerta na fanática torcida rubro-negra. Não aposto todas minhas fichas nesta equipe, mas acredito que ao menos vexame eles não irão dar", disse Freitas. Campelo compactua do mesmo pensamento. "É impossível saber o que esperar do Atlético nesta Libertadores. O time que conquistou o vice-campeonato brasileiro não existe mais, dada a saída de vários jogadores importantes. E a maioria dos reforços ainda não estreou, como Marin, Baloy, Maciel, Aloísio, Danilo, e por aí vai".


Jogadores atleticanos são assediados na entrada do estádio – Foto: Assessoria de Imprensa do Atlético.

Time para a estréia

O técnico Casemiro Mior ainda não definiu o time titular para a estréia contra o Independiente. Diego, que sofreu um acidente doméstico na semana passada, nem viajou e vai ser substituído por Tiago Cardoso. Na zaga estão confirmados Baloy, Cocito e Marcão. Fernandinho e Marín serão os alas e o meio-campo pode ter Alan Bahia, Rodrigo Souto (ou Ticão) e Fabrício (ou Evandro). Na frente a dúvida é se Maciel ou Lima jogam ao lado de Denis Marques.

A Sportv, canal da NET/SKY, já informou que a partida vai ser transmitida ao vivo para todo o Brasil.

Maratona de prêmio

Para comemorar a estréia do Atlético na Copa Libertadores, o site Furacao.com está fazendo mais uma promoção. Desta vez você poderá ganhar uma camisa oficial do goleiro Diego autografada pelo ídolo. É fácil demais participar. Basta votar na Furacao.com no Prêmio iBEST, Categorias Pessoal-Futebol e Regional-Paraná, prencher o nosso formulário eletrônico e torcer. Veja o regulamento completo clicando aqui.


Vote no iBEST e concorra a uma camisa oficial autografada pelo goleiro Diego.

A promoção é válida até o dia 07 de março e todas as pessoas que já participaram de alguma etapa da Maratona de Prêmios, já estão concorrendo automaticamente. Mas lembre-se: quanto mais você votar no Prêmio iBEST, maiores as suas chances de ganhar a camisa do ídolo Rubro-negro.

1ª rodada – Libertadores – (15/02/05) – Independiente x Atlético
L: Atanasio Girardot; H: 21h45; A: Mauricio Reinoso (EQU).

INDEPENDIENTE: David González; Ramos, Velandia, Juan Diego González e Benítez; Calle, Jaramillo, Castrillón e Morantes; Molina e Serna. T: Pedro Sarmiento.

ATLÉTICO: Tiago Cardoso; Baloy, Cocito e Marcão; Fernandinho, Alan Bahia, Rodrigo Souto (Ticão), Fabrício (Evandro) e Marín; Maciel (Lima) e Denis Marques. T: Casemiro Mior.



Últimas Notícias

Notícias

Valeu, menino Rony!

Os olhos marejados não me deixavam apreciar o momento. A explosão em uma das maiores conquistas que já vivi, me faziam apenas ouvir um nome:…