30 mar 2005 - 20h00

Furacão beleza pura!

O Atlético foi a Londrina e conseguiu um excelente resultado no VGD: goleou o Londrina por 4 a 0 e agora espera o Tubarão na Kyocera Arena. O segundo jogo entre os times vai ser no sábado, às 16h.

Nesta quarta-feira, o Londrina começou a partida assustando o goleiro Diego. Aos dois minutos Nem cobrou falta com perigo. A resposta do Atlético veio logo em seguida. Fabrício cobrou falta, a bola desviou em Alex Paulista e entrou. O gol empolgou ainda mais o Rubro-negro, que perdeu três chances de ampliar com Fernandinho, Fabrício e Marín.

Depois disso o Tubarão foi se soltando e só não conseguiu empatar graças as boas defesas de Diego. Aos 43 minutos o goleiro fechou bem o ângulo e segurou o ataque adversário. Nos acréscimos, o lateral Cassiano foi cruzar e quase empatou.

Goleada

O ritmo do segundo tempo foi bem puxado. No primeiro minuto o Atlético quase fez o segundo e o Londrina por pouco não empatou. Enquanto Denis Marques arriscava de longe, Diego continuava segurando a barra da defesa. Aos 10 minutos, Casemiro Mior fez a primeira alteração: Maciel entrou no lugar de Denis. O ataque ficou com mais mobilidade e o Furacão começou a soprar mais forte. Mas foi depois que Cocito entrou no lugar de Fabrício, que o Rubro-negro deslanchou.

Aos 21 minutos Fernandinho cobrou falta com precisão no ângulo do goleiro Vilson. Com dois a zero no placar o time foi ainda mais para cima do Londrina. Em boa jogada de Etto pela direita, Fernandinho acertou um belo chute e fez o terceiro. O quarto gol saiu aos 32. Maciel aproveitou a falha da zaga do Londrina e, de canhota, marcou um golaço.

Com o jogo dominado, o Atlético ainda teve outras chances de fazer o quinto gol com Aloísio e Maciel, mas o resultado terminou mesmo em 4 a 0 para o Furacão.

Semifinal – Paranaense – (30/03/05) – Londrina 0 x 4 Atlético
L: VGD; H: 20h; A: Maurício Batista da Silva (PR); CA: Marcão (13′), Nádson (25′), Alex (32′), Denis Marques (44′), Durval (48′), Aloísio (60′) e Fernandinho; P: 7.050; R: R$ 54.130,00; G: Fabrício, aos 4 do 1°; Fernandinho, aos 21 e aos 30, e Maciel, aos 33 do 2°.

LONDRINA: Vilson; Alex, Nádson e Rodrigo; Cassiano, Henrique (Tiganá 68′), Gian, Nem e Thierson; Alex Paulista e Bolão. T: Zezito.

ATLÉTICO: Diego; Etto, Danilo, Durval, Marcão e Marín; Alan Bahia (Evandro 88′), Fabrício (Cocito 63′) e Fernandinho; Denis Marques (Maciel 55′) e Aloísio. T: Casemiro Mior.

Melhores momentos do primeiro tempo

02′- Nem cobra falta com perigo
04′- Gol do Atlético: Fabrício cobrou falta, a bola desviou em Alex Paulista e entrou
10′- Bolão subiu sozinho e quase empatou
20′- Denis Marques faz boa assistência para Fernandinho. Por pouco o Atlético não faz o segundo
22′- Fabrício recebeu de fora da área e arriscou. A bola passou por cima do gol adversário
23′- Diego saiu mal, Bolão chutou mas o goleiro atleticano se recuperou
28′- Aloísio cruzou e o zagueiro do Londrina quase faz contra
31′- Aloísio fez boa jogada individual, tocou para Marín que não aproveitou
43′- Boa jogada do Londrina. Diego fecha bem o ângulo e evita o empate
45′- Diego, mais uma vez, não deixa o Londrina empatar

Melhores momentos do segundo tempo

08′- Diego defende um chute perigoso de fora da área
10′- Sai Denis Marques, entra Maciel
11′- Na pressão do Londrina, Etto tira a bola em cima da linha
18′- Sai Fabrício, entra Cocito
18′- Cassiano cruzou e o zagueiro Alex não achou nada na área atleticana
21′- Gol do Atlético: Fernandinho cobrou falta com precisão no ângulo do goleiro Vilson
23′- Nem chutou com perigo dentro da grande área
30′- Fernandinho aproveitou o cruzamento de Etto e fez um golaço
32′- Maciel aproveitou a falha da zaga do Londrina e fez o quarto
37′- Boa jogada do Atlético com Aloísio e Alan Bahia foi derrubado perto da área
38′- Marín cobrou a falta com perigo
39′- Aloísio quase fez de bicicleta
42′- Tiganá chutou, a bola desviou e quase empatou
43′- Maciel puxou contra-ataque e o goleiro Vilson impediu o quinto gol
43′- Sai Alan Bahia, entra Evandro
45′- Fim de jogo



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Um novo Dagoberto

Pelo visto a negociação com Rony está tornando-se ou tornou-se um novo caso Dagoberto. As comparações são evidentes. Os casos são parecidos, devido à rejeição…