2 abr 2005 - 16h47

Com a benção de João de Deus

No dia em que o mundo chorou a morte do Papa João Paulo II, o Atlético derrotou o Londrina por 3 a 1 na Kyocera Arena. No intervalo do jogo, foi respeitado um minuto de silêncio em memória do Papa, que praticou futebol quando jovem. Os pensamentos positivos dos atleticanos ajudaram o time, que acabou virando a partida na segunda etapa.

Podendo perder por até quatro gols de diferença para o Londrina, o Atlético entrou em campo de uma forma mais defensiva na semifinal do Campeonato Paranaense. Com dois volantes, o rubro-negro tinha dificuldade para criar as jogadas com Alan Bahia e Cocito no meio. Fabrício até criou algumas boas jogadas, mas sozinho não conseguia deixar os atacantes em boas condições para marcar.

Com o ritmo reduzido do Atlético,o o Londrina dominou as ações durante o primeiro tempo e aos 17 minutos Edmilson abriu o placar para a equipe celeste. Nos minutos restantes da primeira etapa o time atleticano não se mostrou capaz de empatar a partida e por pouco o Londrina não saiu de campo em melhor situação.

No entanto, com as mudanças de Casemiro no início do segundo tempo o Furacão começou a soprar forte e reagiu dentro de campo. O zagueiro Durval foi o incumbido de empatar o jogo e Marín participou diretamente dos outros dois gols do time em lances bastante parecidos. Na primeira falta a bola entrou direto e na segunda Alan Bahia escorou para o gol.

Com a vitória o rubro-negro confirma a sua vaga na grande final do Campeonato Paranaense, que será realizada a partir do próximo domingo, dia 10. O adversário irá sair no confronto de amanhã, entre Coritiba e Iraty. Em caso de vitória coxa-branca a primeira partida será na Baixada e a segunda no Pinheirão. Qualquer outro resultado garante a segunda partida na casa do Furacão.

Semifinal – Paranaense – (02/04/05) – Atlético 3 x 1 Londrina
L: Kyocera Arena; H: 16h; A: Francisco Carlos Vieira (PR); CA: Nem (64′); P: 7.566; R: R$ 85.725,50; G: Edmilson, aos 16 do 1°; Durval, aos 17, Marín, aos 20, e Alan Bahia, aos 23 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; Etto, Danilo, Durval, Marcão (Tiago Vieira 80′) e Marín; Cocito (Rodrigo Souto 56′), Alan Bahia e Fabrício (Evandro 56′); Maciel e Denis Marques. T: Casemiro Mior.

LONDRINA: Vilson; Alex, Nádson e Rodrigo; Cassiano, Edmilson, Gian (Luiz Henrique 71′), Nem (Renan 77′) e Thierson; Alex Paulista e Bolão (Juari 83′). T: Zezito.


1º tempo
05’ – Diego dá um chutão e Maciel na área enche o pé no travessão
13’ – Durval cabeceia para fora após escanteio de Fabrício
16’ – Edmilson aproveita escanteio de Nem e abre o placar na Baixada
17’ – Alan Bahia cabeceia para fora
24’ – Durval quase marca contra no escanteio de Nem
35’ – Sozinho, Danilo cabeceia para fora depois do escanteio
38’ – Nem bate falta do meio e assusta Diego
46’ – Fim de primeiro tempo

2º tempo
30” – Fabrício arrisca de longe e Vilson rela para escanteio
05’ – Alex Paulista chuta rasteiro dentro da área e Diego defende
14’ – Rodrigo Souto bate de longe, mas para fora
16’ – Denis Marques recebe na área, vira e chuta em cima do goleiro
17’ – Maciel toca para Denis, que chuta prensado com o zagueiro
18’ – Durval empata a partida com assistência de Alan Bahia
20’ – Marín vira o placar em cobrança de falta pela direita
23’ – Marín cobra falta pela direita e Alan Bahia marca de cabeça
26’ – Marín cruza e Maciel toca para a boa defesa do goleiro
31’ – Diego defende a falta cobrada por Nem
41’ – Denis Marques recebe de Alan, mas chuta para fora
44’ – Fim de partida



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Um novo Dagoberto

Pelo visto a negociação com Rony está tornando-se ou tornou-se um novo caso Dagoberto. As comparações são evidentes. Os casos são parecidos, devido à rejeição…