8 abr 2005 - 0h26

Coluna: Patricia Bahr e a decisão

Pinheirão velho de guerra
por Patricia Bahr

Independente das lembranças, sempre olho o Pinheirão com nostalgia. Foi lá a minha estréia em campos de futebol, num Atlético e Toledo pelo Paranaense de 91. Foi lá que eu aprendi o quanto é bom ser atleticana, o quanto é especial fazer parte da nação rubro-negra. O estádio foi o palco da minha descoberta como torcedora. Primeiro sofri muito no mal-assombrado Pinheirão. Talvez seja por isso que hoje tenho o maior orgulho e prazer em ir a nossa Baixada.

Clique aqui para ler a coluna na íntegra.



Últimas Notícias

Opinião

Parabéns Athletico

Não é fácil passar o aniversário de quem a gente ama separados. A distância dói e nas datas especiais o coração aperta ainda mais. Aquela…

Fala, Atleticano

Melancólico

Sim, Perdemos… O time rubro negro, perdeu de 4×0 para o nosso maior rival, alias mereceu perder, não vi o jogo, assim como nenhum torcedor…