14 abr 2005 - 22h52

Nem o Diabo ganha aqui no Caldeirão!

O Atlético entrou em campo para enfrentar o líder do Grupo 1 da Copa Toyota Libertadores, o América de Cali, conhecido como os “diabos vermelhos”, e tentar os 3 pontos que seriam muito importantes na seqüência da competição. Apesar de o time não mostrar muita técnica, ao menos os mais de 15 mil torcedores presentes na Kyocera Arena puderam ver raça e determinação dos jogadores nos minutos iniciais da partida.

O ritmo foi forte imposto durante todo o primeiro tempo. E de tanto martelar, o gol atleticano saiu aos 39 minutos. Aloísio sofreu falta na entrada da área e Fabrício bateu no canto direito de Viáfara para abrir o marcador. Porém, o gol acabou prejudicando o próprio Atlético, que caiu de produção e logo em seguida deixou o América empatar numa falha geral da zaga rubro-negra. Bangueiro não quis nem saber e mandou para o fundo da rede de Diego.

Logo em seguida o Atlético teve uma excelente chance de ir para os vestiários com a vantagem no placar, mas Fernandinho desperdiçou a penalidade máxima sofrida por ele mesmo.

Na segunda etapa, os colombianos voltaram apenas com o objetivo de empatar a partida, bastante fechados e saindo apenas nos contra-ataques. O jogo perdeu muito em qualidade e foram poucas as oportunidades de gol para ambas as equipes. Tudo indicava que a partida terminaria no empate sem graça em 1 a 1.

No entanto, aos 45 minutos, quando menos se esperava, o desacreditado Lima fez a festa da torcida atleticana na Baixada. O jogador dominou no peito, perdeu para o zagueiro, mas acabou recuperando a bola e marcou seu quinto gol na temporada 2005.

A vitória, apesar do sufoco, deu uma certa tranqüilidade para o elenco atleticano na Copa Libertadores. Porém, a equipe não terá folga. Já neste domingo o Atlético enfrenta seu maior rival na final do Campeonato Paranaense.

Libertadores – (14/04/05) – Atlético 2 x 1 América de Cáli
L: Kyocera Arena; H: 21h15; A: Jorge Larrionda (URU); CA: Romero (13′), Aloísio (32′), Baloy (35′), Bustos (45′), Ferreira (56′) e Londoño (91′); P: 15.412; R: R$ 238.898,00; G: Fabrício, aos 40, e Banguero, aos 45 do 1°; Lima, aos 45 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; Jancarlos (Ticão 72′), Danilo, Baloy, Marcão e Marín (Maciel 62′); Alan Bahia, Fabrício e Fernandinho; Denis Marques (Lima 85′) e Aloísio. T: Edinho.

AMÉRICA DE CÁLI: Viáfara; Romero, Quiñónes, Elías e Bustos; Ferreira, Valencia, Banguero e Salazar (Arrechea 90′); Mina Polo (Chará 69′) e Villareal (Londoño 69′). T: José Suárez.

Confira os melhores lances da partida
Primeiro tempo
47 min – Fernandinho perde o pênalti. O meia cobrou fraco e Viáfara fez uma grande defesa.
1 min – Denis Marques chegou com perigo, mas Villareal fez a proteção.
3 min – Fernandinho bateu de fora da área. A bola foi pra fora.
7 min – Mina Polo mandou um sem pulo e Diego fez uma boa defesa.
10 min – Fernandinho mandou uma sapatada de longe e Viáfara fez a defesa em dois tempos.
12 min – Aloísio foi derrubado dentro da área. O árbitro não marcou a penalidade máxima.
19 min – Romero arriscou de longe e Diego não teve dificuldade em fazer a defesa.
37 min – Dênis Marques deu uma cabeçada perigosa e Viáfara fez a defesa.
37 min – Salazar tentou de cobertura e Diego fez uma linda defesa.
39 min – Gol de Fabrício! O meia bateu com perfeição e chutou no canto direito baixo de Viáfara.
44 min – Gol de Bangueiro! A zaga do Atlético cochilou e o volante colombiano cabeceou forte, sem chances para Diego.
45 min – Pênalti pra Atlético. Fernandinho caiu sozinho e o zagueiro Bustos chutou o meia atleticano.
47 min – Fernandinho perde o pênalti. O meia cobrou fraco e Viáfara fez uma grande defesa. Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
1 min – Aloísio chutou cruzado. A bola foi pra fora.
4 min – Marcão levantou a bola na área. Romero cabeceou contra o patrimônio e Viáfara fez a defesa.
10 min – Diego opera um milagre! Salazar cabeceou com muita força e o arqueiro fez uma grande defesa.
13 min – Aloísio recebeu um passe açucarado e não teve domínio de bola. Era uma boa chance.
23 min – Alan Bahia chutou de dentro da área. A bola explodiu em Elias.
26 min – Maciel tentou de meia-bicicleta. A bola passou por cima do gol.
30 min – Marcão levantou na medida para Baloy, que cabeceou pra fora.
35 min – Ticão bateu de bico e a bola passou longe do gol de Viáfara.
45 min – Gol de Lima! Lima recebeu o passe de Fernandinho e chutou no cantinho de Viáfara.
48 min – Fim do jogo.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…