14 abr 2005 - 22h52

Nem o Diabo ganha aqui no Caldeirão!

O Atlético entrou em campo para enfrentar o líder do Grupo 1 da Copa Toyota Libertadores, o América de Cali, conhecido como os “diabos vermelhos”, e tentar os 3 pontos que seriam muito importantes na seqüência da competição. Apesar de o time não mostrar muita técnica, ao menos os mais de 15 mil torcedores presentes na Kyocera Arena puderam ver raça e determinação dos jogadores nos minutos iniciais da partida.

O ritmo foi forte imposto durante todo o primeiro tempo. E de tanto martelar, o gol atleticano saiu aos 39 minutos. Aloísio sofreu falta na entrada da área e Fabrício bateu no canto direito de Viáfara para abrir o marcador. Porém, o gol acabou prejudicando o próprio Atlético, que caiu de produção e logo em seguida deixou o América empatar numa falha geral da zaga rubro-negra. Bangueiro não quis nem saber e mandou para o fundo da rede de Diego.

Logo em seguida o Atlético teve uma excelente chance de ir para os vestiários com a vantagem no placar, mas Fernandinho desperdiçou a penalidade máxima sofrida por ele mesmo.

Na segunda etapa, os colombianos voltaram apenas com o objetivo de empatar a partida, bastante fechados e saindo apenas nos contra-ataques. O jogo perdeu muito em qualidade e foram poucas as oportunidades de gol para ambas as equipes. Tudo indicava que a partida terminaria no empate sem graça em 1 a 1.

No entanto, aos 45 minutos, quando menos se esperava, o desacreditado Lima fez a festa da torcida atleticana na Baixada. O jogador dominou no peito, perdeu para o zagueiro, mas acabou recuperando a bola e marcou seu quinto gol na temporada 2005.

A vitória, apesar do sufoco, deu uma certa tranqüilidade para o elenco atleticano na Copa Libertadores. Porém, a equipe não terá folga. Já neste domingo o Atlético enfrenta seu maior rival na final do Campeonato Paranaense.

Libertadores – (14/04/05) – Atlético 2 x 1 América de Cáli
L: Kyocera Arena; H: 21h15; A: Jorge Larrionda (URU); CA: Romero (13′), Aloísio (32′), Baloy (35′), Bustos (45′), Ferreira (56′) e Londoño (91′); P: 15.412; R: R$ 238.898,00; G: Fabrício, aos 40, e Banguero, aos 45 do 1°; Lima, aos 45 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; Jancarlos (Ticão 72′), Danilo, Baloy, Marcão e Marín (Maciel 62′); Alan Bahia, Fabrício e Fernandinho; Denis Marques (Lima 85′) e Aloísio. T: Edinho.

AMÉRICA DE CÁLI: Viáfara; Romero, Quiñónes, Elías e Bustos; Ferreira, Valencia, Banguero e Salazar (Arrechea 90′); Mina Polo (Chará 69′) e Villareal (Londoño 69′). T: José Suárez.

Confira os melhores lances da partida
Primeiro tempo
47 min – Fernandinho perde o pênalti. O meia cobrou fraco e Viáfara fez uma grande defesa.
1 min – Denis Marques chegou com perigo, mas Villareal fez a proteção.
3 min – Fernandinho bateu de fora da área. A bola foi pra fora.
7 min – Mina Polo mandou um sem pulo e Diego fez uma boa defesa.
10 min – Fernandinho mandou uma sapatada de longe e Viáfara fez a defesa em dois tempos.
12 min – Aloísio foi derrubado dentro da área. O árbitro não marcou a penalidade máxima.
19 min – Romero arriscou de longe e Diego não teve dificuldade em fazer a defesa.
37 min – Dênis Marques deu uma cabeçada perigosa e Viáfara fez a defesa.
37 min – Salazar tentou de cobertura e Diego fez uma linda defesa.
39 min – Gol de Fabrício! O meia bateu com perfeição e chutou no canto direito baixo de Viáfara.
44 min – Gol de Bangueiro! A zaga do Atlético cochilou e o volante colombiano cabeceou forte, sem chances para Diego.
45 min – Pênalti pra Atlético. Fernandinho caiu sozinho e o zagueiro Bustos chutou o meia atleticano.
47 min – Fernandinho perde o pênalti. O meia cobrou fraco e Viáfara fez uma grande defesa. Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
1 min – Aloísio chutou cruzado. A bola foi pra fora.
4 min – Marcão levantou a bola na área. Romero cabeceou contra o patrimônio e Viáfara fez a defesa.
10 min – Diego opera um milagre! Salazar cabeceou com muita força e o arqueiro fez uma grande defesa.
13 min – Aloísio recebeu um passe açucarado e não teve domínio de bola. Era uma boa chance.
23 min – Alan Bahia chutou de dentro da área. A bola explodiu em Elias.
26 min – Maciel tentou de meia-bicicleta. A bola passou por cima do gol.
30 min – Marcão levantou na medida para Baloy, que cabeceou pra fora.
35 min – Ticão bateu de bico e a bola passou longe do gol de Viáfara.
45 min – Gol de Lima! Lima recebeu o passe de Fernandinho e chutou no cantinho de Viáfara.
48 min – Fim do jogo.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Um novo Dagoberto

Pelo visto a negociação com Rony está tornando-se ou tornou-se um novo caso Dagoberto. As comparações são evidentes. Os casos são parecidos, devido à rejeição…