20 abr 2005 - 20h33

Furacão vence no Paraguai

Ainda sofrendo os efeitos da ressaca após a conquista do título paranaense, o Atlético foi a Assunção enfrentar o Libertad em mais uma partida decisiva. A vitória deixaria o rubro-negro muito perto da classificação para as oitavas-de-final da Copa Toyota Libertadores e eliminaria o adversário da competição.

Precisando da vitória, o Libertad chegou a dominar a partida no início, mas aos poucos o rubro-negro foi igualando as ações em campo e deixou a torcida atleticana no Defensores del Chaco mais tranqüila. No entanto, nenhuma equipe jogava com muita objetividade e as chances de gols foram raras no primeiro tempo.

Somente na segunda etapa o jogo começou a melhorar. Os jogadores atleticanos acordaram e com pouco esforço conseguiram marcar o primeiro gol aos 13 e o segundo aos 25 minutos. Sem determinação, o Furacão perdeu a chance de aplicar uma bela goleada no Libertad. Bastava um pouco mais de vontade pelos atleticanos.

Assim como na primeira partida fora de casa na Libertadores, o Atlético voltou a falhar muito nos minutos finais e a zaga atleticana insistia em entregar de bandeja a bola para os paraguaios. De tanto vacilar, o rubro-negro deixou o Libertad descontar aos 47 minutos. Sorte para o Furacão que o árbitro encerrou a partida logo em seguida, caso contrário o pior poderia acontecer, em virtude da evidente falta de empenho dos jogadores.

A vitória deixa o Atlético com 10 pontos e praticamente classificado para a próxima fase da competição. A torcida atleticana só precisa torcer para que o Independiente Medellín não vença sua partida contra o América, garantindo matematicamente a vaga nas oitavas-de-final.

Libertadores – (20/04/05) – Libertad 1 x 2 Atlético
L: Defensores del Chaco; H: 19h30; A: René Ortubé (BOL); CA: Alan Bahia (13′), Danilo (33′), Fabrício (34′), Damiani (35′); CV: Alan Bahia (38′) e Oviedo (45+1′); P: ; R: R$ ,00; G: Denis Marques, aos 13, Maciel, aos 25, e Blanco, aos 47 do 2°.

LIBERTAD: Flores; Serrizuela, Caballero (Alonso 21′), Devaca e Damiani; Bonet, Oviedo, Quinteros e Garnier (Guiñazú 62′); Soto (Blanco 74′) e Espínola. T: Juan José López.

ATLÉTICO: Diego; Jancarlos, Danilo, Baloy, Durval e Marín (Cocito 87′); Alan Bahia, Ticão e Fabrício; Denis Marques e Aloísio (Maciel 22′). T: Edinho.


Confira os melhores lances da partida
1º tempo
10’ – Diego solta na falta, mas depois recupera-se com espetacular defesa à queima roupa.
13’ – Serrenzuela cobra falta por cima do gol de Diego
17’ – Garnier chuta cruzado e Diego defende
24’ – Durval chuta de longe, fácil para o goleiro
29’ – Fabrício bate forte de longe, mas a bola vai para fora
31’ – Após boa troca de passes, Alan Bahia chuta forte em cima do goleiro
41’ – Denis Marques chuta fraco de fora da área

2º tempo
1’ – Baloy arrancou do meio-campo e chutou forte, por cima do gol
3’ – Denis Marques chuta mal de canhota pela esquerda
4’ – Maciel segura demais e desperdiça ótima chance
11’ – Serrenzuela cobra falta no ângulo e Diego defende
13’ – Jancarlos cruza, Denis Marques bate em cima do goleiro, mas no rebote marca o gol
15’ – DenisMarques perde um gol incrível dentro da área
23’ – Damiani isola a bola num chute fora da área
25’- Denis Marques chuta cruzado pela direita e Maciel aproveita para marcar
26’ – Diego espalma a falta de Serrenzuela
28’ – Maciel não aproveita bobeira da zaga e desperdiça excelente chance
29’ – Diego defende a cabeçada do Libertad
31’ – Fabrício chuta mal de fora da área
32’ – Diego falha bisonhamente, mas se recupera e faz grande defesa
34’ – Espindola fica na frente de Diego e manda por cima do gol
36’ – Diego defende mais uma cobrança de falta
37’ – Fabrício erra mais uma cobrança de falta
37’ – Diego faz bela defesa na falha da zaga
44’ – Denis Marques não toca para Maciel, livre, e perde a chance do terceiro
45’ – Zaga pede para levar gol, mas Diego salva a equipe
47’ – Libertad desconta com Blanco



Últimas Notícias

Notícias

É ATLEtiba!!! É decisão!!!

Mais uma vez, um ATLEtiba decide o Campeonato Paranaense. Às 16h de amanhã, Athletico x Coritiba disputam o 381º. ATLEtiba da história e decidem novamente…