26 abr 2005 - 21h11

Atlético denuncia o Coritiba no TJD

Nesta terça-feira, dia 26, o advogado do Atlético Paranaense, Gil Justen, entrou com uma queixa no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) contra o Coritiba. Segundo denúncia do Rubro-negro, a depredação que ocorreu no vestiário da Arena, no Atletiba final do Paranaense, no dia 17 de Abril, é de responsabilidade do Coritiba. O advogado atleticano pediu que o tribunal julgue o Alviverde pela infração do artigo 219 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). "Danificar praça de desportos, sede ou dependência de entidade de prática desportiva. Pena: suspensão de 30 a 120 dias e indenização pelos danos causados, a ser fixada pelo órgão judicante competente", diz o artigo.

De acordo com a denúncia do Atlético, foram quebrados os espelhos, tampos e cubas de pias, tampas de privadas foram arrancadas, assim como também torneiras e chuveiros do vestiário destinado ao Alviverde, resultando em um prejuízo de R$ 2.795. O presidente do TJD, Bortolo Escorssim, informou que se o Coritiba for condenado, terá que cumprir a pena no Campeonato Brasileiro. O caso deverá ser julgado na próxima semana.

Fonte: Federação Paranaense de Futebol



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…