7 maio 2005 - 20h05

O que não pode é virar rotina

Três jogos, três derrotas. Não foi neste fim de semana que o Atlético conquistou os seus primeiros pontos no Campeonato Brasileiro. Apesar de fazer a melhor atuação até agora, o time ainda apresentou algumas falhas e uma delas (o escorregão de Durval dentro da área) foi preponderante para a derrota por 2 a 1 para o Santos.

Apesar de começar pressionando com Luciano Henrique e Robinho, o Atlético chegou com mais perigo. E Lima não desperdiçou. Ele recebeu um passe de Marín dentro da área, perdeu na primeira, recuperou a jogada e chutou no cantinho de Henao, sem chances para o goleiro santista. O time da Vila Belmiro reagiu e passou a pressionar. Aos 23 minutos Robinho tocou para Léo, que chutou para fora. Dois minutos depois Luciano, da entrada da área, quase empatou.

De tanto insistir o Santos conseguiu marcar. David recebeu um lançamento na ponta esquerda, tocou para Robinho que chutou de primeira, sem chances para Diego. Antes do intervalo o goleiro atleticano evitou a virada. Élton, perto da marca do pênalti, cabeceou para uma grande defesa do Rubro-negro.

Bobeira da zaga

O Atlético teve duas ótimas chances de fazer o segundo gol nos primeiros minutos do tempo final. Por duas vezes Maciel errou. Na primeira ele não aproveitou o cruzamento de Marín e na outra, num contra-ataque, não conseguiu finalizar com precisão. Depois disso o Santos passou a aproveitar as falhas de Durval. E num escorregão do zagueiro dentro da área, David tocou para Halisson virar o placar.

O gol esfriou o Atlético que passou a se defender das investidas de Robinho e David. Aos quarenta minutos o Rubro-negro teve a chance de empatar na boa jogada de Marcão, mas ninguém apareceu para finalizar dentro da área. No rebote Fabrício chutou em cima da zaga.

%ficha=419%

Melhores momentos do primeiro tempo

03′ – David tocou para Luciano Henrique que, livre, chutou para fora
11′ – Dentro da área Lima perdeu a chance, recuperou a jogada e fez o gol do Atlético
23′ – Robinho tocou para Léo, que chutou para fora
25′ – Luciano aproveitou um rebote e, de fora da área, quase empatou
31′ – David recebeu na ponta esquerda, ele tocou para Robinho que chutou para empatar
40′ – Diego faz uma boa defesa na cabeçada de Élton
45′ – Fim do primeiro tempo

Melhores momentos do segundo tempo

01′- Marín cruzou para Maciel que, sem marcação, cabeceou para fora
03′- No contra-ataque, o Atlético perdeu mais uma boa chance com Maciel
05′- A zaga do Atlético falhou e Diego teve que fazer uma excelente intervenção no chute de Robinho
08′- Durval falhou bisonhamente, David aproveitou e Halisson virou o jogo
23′- Danilo perdeu a chnace de fazer o terceiro do Santos. Marcão fez a intervenção na pequena área
31′- David chuta com perigo para fora
40′- Marcão fez excelente jogada, tocou para o meio da área e ninguém concluiu. No rebote Fabrício errou a mira
48′- Fim de jogo



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…