15 maio 2005 - 2h25

Bate-papo: saiba mais sobre o atacante Cléo

Na manhã deste sábado, após o último treinamento antes da partida contra o Corinthians pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante Cléo, 19 anos, conversou com a Furacao.com e contou sobre seu início de carreira e a difícil missão de tirar o Atlético da incômoda situação em que se encontra.

Cleverson Gabriel Cordova nasceu em Guarapuava e, com poucos dias de treinos no CT do Caju, foi confirmado como titular pelo técnico interino, Borba Filho, na partida deste domingo. Vindo de quatro derrotas consecutivas, o Atlético precisa vencer para espantar a crise que insiste em rondar a Kyocera Arena. Confira abaixo o bate-papo com o jogador:

Como foi seu começo no futebol?
Comecei a jogar futebol de salão em Guarapuava e um treinador me chamou para jogar no futebol profissional quando eu tinha 16 anos. Então, muito cedo eu tive a felicidade de me sair bem e acabei indo para fora do país (Cléo atuou no Olivais e Moscavide, de Portugal).

Como foi jogar no exterior sem ter experiência?
A minha adaptação foi difícil nos três primeiros meses. Eu não me adaptei com a comida e com o ambiente. Mas Graças a Deus superei tudo e deu certo, hoje estou aqui.

Como você veio parar no Atlético?
Vim através do Tico, que foi jogador do Atlético. No final do ano passado, eu vim para fazer uns treinos aqui no Atlético. Graças a Deus deu tudo certo e acabei ficando.

Depois de contratado, você foi emprestado à Ferroviária e foi bastante elogiado em sua passagem por lá. Como foi esse período lá?
A equipe estava em uma situação difícil. Quando a gente chegou ela estava quase caindo para a quarta divisão e, com a ajuda também daqueles que foram aqui do Atlético, a gente conseguiu tirar a equipe da situação que estava.

O Corinthians é um dos times mais balados do país em função do alto salário de seus jogadores. Isso pode intimidar os jovens talentos do Atlético?
O elenco que eles têm é muito bom, mas a gente vai lutar até o final para tentar vencer o jogo.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…