21 maio 2005 - 17h42

Atlético termina em quarto na Premier Cup da Nike

O time infantil do Atlético foi quarto colocado da etapa paulista da Premier Cup, competição promovida pela Nike. O campeonato envolve diversos países e, no Brasil, teve sedes no Rio de Janeiro e em São Paulo, com a participação de 14 clubes. Os campeões regionais disputarão a grande final em Hong Kong, em julho.

Os jogos da Premier Cup tiveram apenas 40 minutos (dois tempos de 20). Por isso, os times fizeram até duas partidas no mesmo dia. O Furacão, comandado por Marquinhos Santos, venceu o Palmeiras na estréia por 2 a 1, com gols de Eduardo Salles e Fernando. Ainda na quinta-feira, o time enfrentou o Corinthians e perdeu por 3 a 1, com gol de Gil.

Na sexta pela manhã, o Atlético derrotou o Santos por 1 a 0, com gol de Eduardo Salles, e se classificou para as semifinais da copa como segundo colocado do grupo, atrás apenas do Corinthians. Neste jogo, os garotos atleticanos estrearam a camisa branca do clube, lançada recentemente pela Umbro.

Fase final

Os jogos das semifinais foram: Atlético x São Paulo e Corinthians x Internacional. Contra o tricolor paulista, o Atlético fez sua melhor partida na competição, de acordo com a assessoria de imprensa do clube. Mesmo assim, isso não foi o suficiente para o time marcar um gol e o jogo acabou empatado sem gols. Na disputa por pênaltis, o São Paulo venceu por 4 a 2. Eduardo Salles e Denis desperdiçaram suas cobranças. Na outra semifinal, o Corinthians derrotou o Inter por 2 a 0.

Na própria sexta-feira, Atlético e Internacional disputaram o terceiro lugar da Premier Cup. O colorado venceu por 1 a 0 e, com isso, o Atlético terminou a competição em quarto lugar. Confira a campanha atleticana:

Primeira fase
Atlético 2 x 1 Palmeiras
Corinthians 3 x 1 Atlético
Atlético 1 x 0 Santos

Semifinal
São Paulo 0 x 0 Atlético (4 x 2 nos pênaltis)

Disputa do terceiro lugar
Internacional 1 x 0 Atlético



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…